Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Como fica o Feriado do dia do trabalhador em Teresópolis RJ

Teresópolis RJ
FERIADO DIA DO TRABALHADOR



Prefeitura fecha segunda, 30, e terça, 1º de maio, e reabre na quarta, 2, mas 
serviços essenciais estão garantidos

Teresópolis, 26 de abril de 2012 – Devido ao feriado do Dia do Trabalhador, a Prefeitura de Teresópolis e demais órgãos municipais, como escolas, creches e postos de saúde estarão fechados na próxima segunda, 30 de abril, e na terça, 1º de maio, feriado do Dia do Trabalhador. O expediente retorna na quarta-feira, 2, em horário normal. Entretanto, durante o feriado a população terá atendimento garantido em todos os serviços considerados essenciais, como coleta de lixo e emergência médica. 

SERVIÇOS ESSENCIAIS – A coleta de lixo domiciliar nos bairros será normal. A Defesa Civil também trabalha sem interrupção, com equipes de plantão e atendimento pelo telefone de emergência 199. O efetivo da Guarda Municipal estará nas ruas orientando o trânsito. A administração do Cemitério Municipal funciona com plantão 24 horas. Para atendimento médico de urgência, a Unidade de Saúde 24h Dr. Eitel Haje, no bairro de São Pedro, e o Serviço de Pronto Atendimento, em Bonsucesso, funcionam em regime de plantão. 

UPA - Instalada na Rua Tenente Luiz Meirelles, no Bom Retiro, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas) funciona dia e noite, inclusive sábado, domingo e feriado, para atender os casos de urgência e de emergência de baixa e média complexidade. 

POSTOS DE SAÚDE – Os postos de saúde e unidades básicas ficam fechados segunda e terça e retornam ao funcionamento normal na quarta, 2. 

EDUCAÇÃO – Creches, escolas e centros municipais de educação infantil não funcionam segunda e terça. As atividades serão retomadas na quarta. 

FEIRINHA E ESPAÇO MULHER – A Feirinha de Teresópolis, no Alto, funcionará de sábado a terça, das 10h às 18h. O Espaço Mulher, na Várzea, funcionará no sábado, 28, e domingo, 29, também das 10h às 18h. 

COMÉRCIO – De acordo com informações do Sincomércio, as lojas abrem na segunda, fecham na terça e reabrem na quarta, 2. 

Texto: Mara Lúcia
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Feira Espaço Mulher de Teresópolis RJ realiza ação solidária neste fim de semana

Feira Espaço Mulher realiza ação solidária neste fim de semana-Expositoras colocarão caixas coletoras para estimular visitantes à solidariedade


Teresópolis, 26 de abril de 2012 - No próximo final de semana, 28 e 29 de abril, a Feira de Artesanato Espaço Mulher realiza uma ação solidária na Praça Baltazar da Silveira – a da Matriz de Santa Teresa - para arrecadar materiais de limpeza e de higiene pessoal para as vítimas das chuvas do dia 6 de abril. A Feira colocará duas caixas coletoras entre as tendas para estimular os visitantes a fazer suas doações.

“As pessoas estão precisando de mantimento e nós estamos dispostas a ajudar, é nossa forma de mostrar nossa solidariedade em mais um momento tão frágil pelo qual nossa cidade passa”, disse Dilce Carvalho, integrante do Comitê do Espaço Mulher.

Em comemoração ao Dia das Mães, a Feira também estará realizando uma ação solidária com o objetivo de ajudar às famílias atingidas pelas chuvas. No segundo final de semana de maio, 12 e 13, será realizado o evento Cinema na Praça com um filme em homenagem as mães. A entrada de cada sessão será um produto de material de limpeza ou de higiene pessoal. A arrecadação será destinada às vitimas do temporal.

Feira Artesanato – Espaço Mulher

A Praça Baltazar da Silveira recebe todo sábado e domingo, das 9h às 17h, a Feira de Artesanato Espaço Mulher. São 50 expositoras que oferecem produtos genuinamente artesanais.

A Feira Espaço Mulher trabalha com materiais em tricô; crochê; arte francesa (quadros); caixas MDF, garrafas e vidros decorados e craquelados; artigos para cozinha (toalha de mesa, panos e cortinas decoradas), almofadas; blusas pintadas à mão, entre outros.

O local também oferece tendas de alimentação com bolos, pastéis e sucos naturais, além dos materiais orgânicos, como vinagre e compotas de pimenta e diversos tipos de geleia.

Texto: Heliny Quintanilha
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis


2º Encontro de Choro de Teresópolis e comemoração ao Dia Internacional da Dança

Ação nas ruas comemora Dia Internacional da Dança neste sábado

Na Casa de Cultura acontece o 2º Encontro de Choro de Teresópolis



Teresópolis, 25 de abril de 2012 - Neste sábado, 28, uma ação diferente vai movimentar a cidade. Trata-se do 'Quem dança é mais feliz', evento promovido pela Companhia Dançarte, com apoio da Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Cultura, em comemoração ao Dia Internacional da Dança (29 de abril). Também neste sábado, 28, a Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, sediará o 2º Encontro de Choro de Teresópolis, a partir das 19h30.

As performances serão realizadas pelos bailarinos da Cia. Dançarte, das 16h às 18h, em dois pontos no Centro da cidade: o Parque Regadas e a Avenida Lúcio Meira. Com coordenação da professora Hebe Otto, os bailarinos farão apresentações com duração de um minuto cada vez que os sinais luminosos ficarem vermelhos nos dois pontos. “É uma forma de comemorar o Dia Internacional da Dança, marcando a data com uma atividade diferente, que visa também estimular as pessoas a ingressar na modalidade artística”, explica a diretora da Companhia Dançarte, Hebe Otto.

Geremias Cruz e convidados

2º Encontro de Choro

O 2º Encontro de Choro de Teresópolis também acontece neste sábado, 28, na Casa de Cultura Adolpho Bloch (Praça Juscelino Kubitschek, s/nº – Araras), a partir das 19h30. O evento, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, contará com diversas apresentações de chorinho, comandadas pelo professor de violão Geremias Cruz, com a participação de alunos e convidados.

Texto: Geórgia Jahara
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis RJ inaugura o novo

Teresópolis RJ Brasil
Prefeitura inaugura o novo Mercado Popular


Em homenagem, espaço ganha o nome do comerciante Elian Jorge Lauand 

Teresópolis, 24 de abril de 2012 - Voltada para a população, mais uma realização do Governo Municipal de Teresópolis foi concretizada no último sábado, 21: a inauguração do Mercado Popular Elian Jorge Lauand. O espaço fica anexo à Praça de Esportes Radicais, na Rua Waldir Barbosa Moreira, na Várzea, e servirá para atender os vendedores autônomos, que há cerca de um ano trabalhavam numa estrutura montada pela Prefeitura em parte do terreno onde funciona a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, também na Várzea. Políticos, empresários, secretários municipais e muitos visitantes compareceram à cerimônia, presidida pelo Prefeito Arlei.

“É com muita alegria e satisfação que entrego a esses comerciantes o Mercado Popular Elian Jorge Lauand. Estamos dando dignidade a esses trabalhadores. Camelódromo, nunca mais. As dificuldades podem ser grandes, mas a vontade de fazer é muito maior”, declarou Arlei.

Com uma área de aproximadamente 580m², o novo mercado tem 50 estandes e sanitários para expositores e usuários, proporcionando mais conforto aos visitantes, sendo dois adaptados para pessoas portadoras de deficiência física. A estrutura é metálica e tem uma parte em alvenaria, feita em blocos estruturais envernizados. O objetivo da Prefeitura foi de acomodar os vendedores autônomos próximo ao seu ponto original de trabalho num espaço definitivo, de qualidade e com uma boa estrutura, resolvendo definitivamente a questão do comércio informal no município.

Em seu discurso, o Secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Eduardo Breder, afirmou que “este é um grande empreendimento para o desenvolvimento econômico da cidade porque gera empregos e renda. Entre titulares e suplentes, temos, hoje aqui no mercado, 70 expositores como empreendedores individuais, adequadamente preparados e capacitados para o comércio de suas mercadorias. Além disso, o local também será considerado um ponto de atração turística, onde nos finais de semana, além do comércio, faremos em conjunto com a Secretaria de Cultura eventos culturais como já acontece na Feirinha de Teresópolis.”
Prefeito Arlei acompanhado do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Breder, e da Vereadora Claudia Lauand na inauguração do Mercado Popular
Filha do falecido comerciante Elian Jorge Lauand, a Vereadora Claudia Lauand agradeceu a homenagem ao pai. “Dar o nome do meu pai, que sempre foi um comerciante do município, ao mercado popular é uma grande e bonita homenagem. Eu e toda a minha família estamos muito felizes e honrados por isto. Agradeço ao Prefeito Arlei e toda a sua equipe de governo e aos vereadores que aprovaram por unanimidade esse projeto. Espero sinceramente que esses empreendedores saiam daqui grandes comerciantes e que possam trazer muita prosperidade para Teresópolis”, disse Claudia.

Expositores

Há 41 anos no comércio, a expositora Maria Menezes da Cunha agradeceu pelo novo local de trabalho. “Estou muito feliz e emocionada. Sei que daqui por diante só será vitória. Foi com esse trabalho que vivi toda minha vida nesta cidade, e agora me sinto recompensada. Obrigada Arlei”. Mariany Cristina dos Santos está estreando como comerciante no novo mercado popular. “É meu primeiro ano e estou apostando tudo. Agora legalizada pela Prefeitura me sinto mais segura como empreendedora individual. Estamos muito bem acomodados. O local está bonito, limpo e organizado, além de podermos deixar nossas mercadorias com segurança no local de trabalho e isso é muito importante porque muitos não têm carro e antes tinham que levar suas mercadorias embora ao final do dia”, opinou. Para o Presidente da Associação dos Vendedores Autônomos do Município de Teresópolis (Avamt), Fábio Quinteiro de Carvalho, o sonho está realizado. “O fim do camelódromo foi traumático para nós, mas agora o sonho está realizado”.
“Estou muito feliz e emocionada. Sei que daqui por diante só será vitória”, disse a comerciante Maria Menezes da Cunha
Prefeito Arlei cumprimenta a expositora Mariany Cristina dos Santos 

Visitantes e consumidores

A costureira Leilane Peixoto costuma comprar no mercado popular e comentou sobre as novas instalações. “Não poderia estar melhor. O local é maravilho e as mercadorias, além do preço bom, têm variedade e qualidade também. Está muito chique isso aqui”, brincou Leilane. O taxista Wanderlei Batista também elogiou o novo comércio. “O Prefeito está de parabéns. O povo merecia essa iniciativa tão bonita e necessária para o seu desenvolvimento. Fico feliz em ver a atenção desse Governo voltada para a população”, concluiu.

O Empreendimento 

Visando o surgimento de novas empresas, o novo mercado popular tem o molde de funcionamento semelhante ao de uma incubadora. Todos os expositores foram registrados gratuitamente como empreendedores individuais pelo Sebrae-RJ e receberão acompanhamento para que sejam direcionados, futuramente, para o Núcleo de Empreendedorismo de Teresópolis. O faturamento mensal do antigo Mercado Popular girava em torno de R$ 22,5 mil. A projeção, segundo estatísticas do TereDados, é que este valor chegue a cerca de R$ 70 mil após um ano de funcionamento do novo espaço. 

De acordo com o Regulamento Interno, o expositor deverá ser residente de Teresópolis há, no mínimo, cinco anos. É proibida a comercialização de um mesmo produto por mais de cinco expositores e cada vendedor ou pessoas com o mesmo endereço só poderão ter um box. O estatuto prevê ainda que não será possível que uma mesma pessoa seja representante em um estande e assistente em outro, e vice-versa.

Para que o funcionamento do local aconteça regularmente, a Secretaria Municipal de Fazenda fará fiscalização contínua e a Guarda Municipal ficará responsável pela segurança da área. O Mercado Popular Elian Jorge Lauand funcionará de segunda a sábado, das 8h às 20 horas.
O estreante Rafael Alves de Mello está entusiasmado com a nova loja

Texto – Gisele Barreto
Fotos – Marco Esteves

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Inauguração do Mercado Popular Elian Jorge Lauand em Teresópolis RJ

A Prefeitura de Teresópolis convida para a inauguração do Mercado Popular Elian Jorge Lauand neste sábado, dia 21 de abril, às 10h.

Endereço: Rua Waldir Barbosa Moreira, 136 - Várzea (ao lado da Rodoviária)

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Boletim Defesa Civil Teresópolis RJ - números atualizados

Boletim Defesa Civil - números atualizados

Boletim divulgado pela Defesa Civil de Teresópolis às 16h30 desta segunda-feira, 16, informa que desde o dia 6 de abril, quando ocorreu forte chuva no município, foram feitas 735 vistorias técnicas e 544 interdições. O temporal deixou 24 feridos e 5 óbitos. Permanecem abrigadas 274 pessoas em seis pontos de apoio (Centro Educacional Rose Dalmaso - Cedal, no bairro de São Pedro; Escola Municipal Marilia Porto, em Santa Cecília; Ciep 475 - Prof Sebastião Mello, no Rosário; 

Escola Municipal em Vargem Grande; Associação de Moradores do Vale da Revolta; Igreja Católica no Pimentel). Com base no número de vistorias realizadas, a estimativa é que existam 1.902 pessoas desalojadas (população em casas de parentes ou amigos). De acordo com o que orienta a Secretaria Nacional de Defesa Civil, este cálculo é feito com base em um número de quatro pessoas por família / residência.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis reforma escolas de Três Córregos e Cruzeiro

Prefeitura reforma escolas de Três Córregos e Cruzeiro

Unidades voltam a funcionar nesta segunda-feira, 16

Teresópolis, 16 de abril de 2012 – A Prefeitura de Teresópolis inaugurou no último sábado, 14, a reforma das escolas municipais Nadir Veiga Castanheira, em Três Córregos, e Maria Mendes, no Cruzeiro, no 2º Distrito. As unidades foram atingidas pela tragédia de janeiro de 2011 e estavam desativadas. A cerimônia contou com a presença do Prefeito Arlei, da Primeira dama, Alessandra Rosa, Secretários Municipais e Vereadores. A comunidade escolar também marcou presença no evento. As aulas retornam nesta segunda-feira, 16.

O Prefeito Arlei lembrou que o retorno do funcionamento das escolas foi uma das metas da sua gestão. “Devolver as escolas para as comunidades de Três Córregos e Cruzeiro foi um compromisso que assumi. Temos que agradecer a todos que trabalharam na reforma e também à promotora do Ministério Público Anaíza Malhardes, que nos ajudou na questão administrativa para que pudéssemos reabrir as escolas”, ressaltou o Prefeito, acrescentando que até o final do ano cerca de 40 unidades de ensino terão sido reformadas. O Ministério Público firmou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a Prefeitura para que as aulas aconteçam provisoriamente fora do período de chuvas nas escolas.

Para o Secretário de Educação, professor Leonardo Vasconcellos, o retorno das aulas nas unidades é uma importante vitória. “Cada sala de aula que passa a funcionar significa mais uma força para a Educação e a Secretaria, por determinação do Prefeito Arlei, trabalha para que todas as crianças de nossa cidade estejam em sala de aula”, frisou o Secretário, lembrando que as crianças não ficaram sem aulas durante o período em que as escolas estavam fechadas, pois foram transferidas para outras unidades e que a Prefeitura disponibilizou transporte.

Os Vereadores Ademir Enfermeiro, Dr. Carlão e Mandinho enalteceram o trabalho do Prefeito Arlei e de sua equipe. “É um dia especial para essas localidades. Morei aqui em Três Córregos durante três anos e vivenciei o problema do fechamento dessas escolas. O Prefeito Arlei realiza hoje o sonho desses alunos, professores e moradores”, pontuou Ademir. Dr. Carlão lembrou o empenho dos moradores para que as escolas fossem reabertas. “Essa é uma data marcante, principalmente para os cidadãos que lutaram para que as escolas retornassem. Parabenizo o Prefeito, os Secretários Leonardo e Denilson e o Ministério Público”, destacou. 

O Vereador Mandinho também mencionou a importância do momento. “A reabertura dessas escolas é uma grande conquista para toda a comunidade escolar, alunos, pais, professores. Isso foi possível, graças ao Prefeito Arlei e a sua equipe”. Os Vereadores Cláudia Lauand, Major Anderson e Marcelo Oliveira também estiveram presentes às solenidades.

Sonho realizado

A diretora da escola Nadir Veiga Castanheira, Adriana Cardoso Nunes, frisou a importância da gestão que prioriza a educação. “É muito bom trabalhar com um governo que prioriza a educação, o bem-estar dos seus alunos. Temos agora um excelente laboratório de informática e vamos receber livros para a biblioteca. Isso vai contribuir para o aprendizado dos estudantes”, destacou Adriana.
Gisele Gomes, estudante da escola Nadir Veiga Castanheira, fica feliz com o novo laboratório de informática
Andréia da Motta Pereira é mãe da aluna Maria Luiza, de seis anos, e fez questão de participar da inauguração. “Ter a nossa escola funcionando de novo é uma alegria imensa porque chegamos a acreditar que não reabriria mais. Mas nos reunirmos com o Secretário Leonardo e com o Prefeito e eles nos deram a esperança de nossos filhos voltarem a estudar aqui. Hoje isso é uma realidade”, comentou.

Marli Quintanilha é diretora da escola Maria Mendes e ficou emocionada com o retorno do funcionamento da unidade. “Hoje é um dia muito feliz porque essa inauguração é a prova de que não devemos desistir de nossos sonhos. É gratificante poder devolver a escola para as crianças, pais e comunidade”, disse Marli, destacando a apresentação que os alunos fizeram mostrando as festividades do calendário de 2012, como a festa junina.

Márcia de Oliveira Martins é mãe de aluno e também estudou na escola Maria Mendes. Junto com outros pais, lutou para pelo retorno das aulas. “Em nome da comunidade do Cruzeiro, agradeço ao Prefeito Arlei por realizar um dos nossos maiores desejos. Essa inauguração é a prova de que a comunidade unida consegue o que precisa”, afirmou. 

Escolas reformadas

Entre os serviços executados nas unidades de ensino estão a recuperação de todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias; recuperação do revestimento externo e interno de pisos e paredes, com pintura geral; conserto do telhado, colocação de forro em placas de PVC e calha de alumínio; recuperação e substituição de portas, janelas e portões; instalação de caixas d’água; construção de muro; e conclusão da nova cozinha, dispensa e área de serviço.

Texto: Mara Lúcia
Fotos: Jeferson Hermida
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Grupo carioca de artesãs tem talento reconhecido-Casa Art reúne mulheres da região serrana fluminense e é finalista do Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato

A Cultura transformando vidas

Ocupar as mãos para superar a dor da separação de um filho. Essa foi a origem do Casa Art, que reúne nove artesãs do Carmo, distrito de Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. Criado há apenas três anos, o grupo foi escolhido como um dos finalistas fluminenses do Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato.

Leia mais em:
Grupo carioca de artesãs tem talento reconhecido | Notícias | Agência Sebrae de Notícias Rio de Janeiro

foto divulgação(Minc)
fonte: Agência Sebrae

domingo, 15 de abril de 2012

Prefeito de Teresópolis cancela licitação onde seria gasto 1 milhão de reais em coquetéis onde população atingida pelas chuvas e tragédia em Teresópolis aguardam onde morar

Fiscalizar é dever de todos!


Depois de sair no Jornal Nacional da Rede Globo, o descaso com o cidadão atingido pelas tragédias e enchente em Teresópolis,o Prefeito de Teresópolis,Arlei Rosa, cancela a licitação onde seria gasto 1 milhão de reais em coquetéis,salgados,canapés e bebidas. 

A indignação da população é que ,depois de 1 ano e três meses,muitos desabrigados de 12 de janeiro de 2011 ,ainda não possuem lugar para morar e aguardam as casas prometidas pelo Estado, Municipio e União. A nova enchente enfrentada pelo município em 06 de abril de 2012 mais pessoas foram removidas de suas casas pelo perigo de barreiras ou desmoronamento de encostas,alguns comerciantes perderam suas mercadorias e coisas mais importantes devem ter prioridade.

Administrar uma cidade não é fácil.Mais o prefeito Arlei Rosa deve estar sempre atento as ações do municipio e saber escolher bem seu secretariado.Pegar uma cidade em reconstrução precisa de pulso forte para ações emergenciais.A população deve fiscalizar e as secretarias exercer o papél e cumprir suas obrigações. 


divulgação na internet




Informe sobre o episódio-PMT



Pregão cancelado



A Prefeitura de Teresópolis informa que, apesar de se tratar de um procedimento de rotina, para atender aos eventos realizados durante todo o ano pelas secretarias municipais, bem como garantir a alimentação dos funcionários municipais que trabalham de plantão em eventos, como Carnaval, Festa do Produtor Rural e ChocoSerra, entre outros, está cancelando o registro de preços para coquetel e coffe break realizado no dia 12 de abril, uma vez que o procedimento ainda não foi homologado.

Pelo registro de preços, a Prefeitura retira e paga somente pelo serviço que utilizar, independentemente do valor total do pregão.

Esse registro de preço é feito para que, caso haja algum evento, o serviço possa ser retirado do pregão e efetuado pela empresa vencedora, que apresentou o menor preço, conforme estabelece o Art. 2º do Decreto Municipal 2.970/2002, que diz que “a administração não estará obrigada a adquirir/contratar os materiais/serviços da detentora da ata de registro de preços”.

A administração municipal tem pleno respeito e consciência dos últimos acontecimentos no município e sabe como deve ser empregado o dinheiro público.

A Prefeitura de Teresópolis está vinculada ao Portal da Transparência, através do qual qualquer cidadão pode acompanhar os gastos e investimentos da administração municipal, e que pode ser acessado pelo site www.teresopolis.rj.gov.br.

fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Inea reforça limpeza do Rio Paquequer em Teresópolis RJ

Inea reforça limpeza do Rio Paquequer

Teresópolis, 13 de abril de 2012 – Desde o último sábado, 7, equipes e máquinas do Programa Limpa Rio, do Inea – Instituto Estadual do Ambiente, trabalham na desobstrução do canal extravasor do Rio Paquequer, na Barra do Imbuí, e no desassoreamento do rio, na altura de Paineiras. A presidente do Inea, Marilene Ramos, esteve na cidade, no domingo, 8, fez um sobrevoo no município e constatou que os deslizamentos de terra, ocorridos devido ao temporal da última sexta-feira, 6, voltaram a assorear os leitos de vários cursos d’água. 

“Um bambuzal tombou da margem do rio, na altura do extravasor, e foi arrastado para dentro do rio formando uma barreira, interrompendo o fluxo da água. Mas, de qualquer forma, é preciso ser feita a desocupação de trechos das margens para em seguida realizar a contenção e desassoreamento do rio”, relatou Marilene Ramos.

De acordo com Marilene Ramos, além das medidas emergenciais, há um estudo sobre o rio e os principais afluentes em andamento que será transformado em um projeto e solicitado recursos financeiros ao Governo Federal para fazer as intervenções necessárias de forma definitiva. Assim, o rio pode voltar a ter um escoamento suficiente para que não ocorram enchentes.

A Prefeitura acompanha de perto o trabalho feito pelo Inea. “O Prefeito Arlei pediu ajuda ao Governo do Estado para o serviço de desassoreamento do rio e o Governador Sérgio Cabral atendeu prontamente. Agradecemos o empenho da presidente do Inea, Marilene Ramos, que imediatamente após o temporal da sexta, enviou funcionários e máquinas para a cidade”, frisou o Ouvidor Municipal, Luiz Carregal, que tem prestado informações para os técnicos do instituto sobre as demandas com relação ao Rio Paquequer. 


Texto: Mara Lúcia
Fotos: Marcos Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Boletim Defesa Civil em Teresópolis RJ - Números atuais

Números atualizados


Boletim divulgado pela Defesa Civil de Teresópolis nesta sexta-feira, 13, informa que desde a última sexta-feira, dia 06 de abril, quando ocorreu forte chuva no município, foram feitas 720 vistorias técnicas e 541 interdições em imóveis nas localidades de Santa Cecília, Coréia, Fonte Santa, Granja Primor, Vale da Revolta, Pimentel, Rosário, Perpétuo, Fátima, Quinta Lebrão, Meudon, São Pedro, Tijuca, Morro dos Pinheiros e Alto. A fatalidade deixou 24 feridos e 5 óbitos. Permanecem abrigadas em pontos de apoio 274 pessoas. Com base no número de vistorias realizadas, a estimativa é que existam 1.890 pessoas desalojadas (população em casas de parentes ou amigos). De acordo com o que orienta a Secretaria Nacional de Defesa Civil, este cálculo é feito com base em um número de quatro pessoas por família / residência. 


+ Prefeitura Municipal de Teresópolis - Assessoria de Comunicação 
+ (21) 2742-8773 / 2742-3229

Defesa Civil e Ministério Público vistoriam áreas mais atingidas pelo temporal em Teresópolis

Defesa Civil e Ministério Público vistoriam áreas mais atingidas pelo temporal-Prefeitura aguarda laudo do Serviço Geológico do Estado para avaliar a situação dos locais afetados


Teresópolis, 13 de abril de 2012 – A Defesa Civil Municipal e o Ministério Público Estadual passaram esta quinta-feira, 12, vistoriando as áreas mais afetadas pelo temporal do dia 6 de abril e que causou deslizamentos de terra e alagamentos em 37 bairros na zona urbana e sete localidades no interior do município, resultando em cinco mortos e 274 pessoas desabrigadas. O objetivo foi acompanhar as ações do Poder Público no atendimento às vítimas da chuva e a situação das áreas mais atingidas.

Acompanharam a ação o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, Coronel Roberto Silva, e equipe, os Promotores de Justiça Anaiza Malhardes e Fabrício Bastos, da 1ª e da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Teresópolis, ligados aos setores de Meio Ambiente e Cidadania, e equipe. Foram visitados os bairros de Santa Cecília, Araras, Rosário, Pimentel, Vale da Revolta e Prata – na cidade, e Vargem Grande, Canoas, Varginha e Prata dos Aredes, no interior do município. Também foram feitas inspeções nos pontos de apoio instalados na Escola Municipal Marília Porto, em Santa Cecília, e que aloja 30 desabrigados, e no Ciep 475 Sebastião Mello, que abriga 130 pessoas. 

A Prefeitura aguarda a conclusão e liberação de relatório do Serviço Geológico do Estado (DRM-RJ) para diagnosticar e documentar a distribuição e a tipologia dos escorregamentos de terra, com vistas à preparação de Cartas de Risco Remanescente. Trata-se de um mapa de cada setor de encosta e que identifica as situações mais críticas, apontando a possibilidade de novos movimentos e indicando a necessidade de ações imediatas, como a evacuação prioritária.

Construções irregulares em encostas e margens de rio e invasões de áreas de preservação ambiental foram os principais problemas detectados nos locais vistoriados e atingidos por alagamentos e desmoronamentos de terra. Durante a visita, os moradores foram informados sobre a necessidade das interdições feitas pela Defesa Civil e alertados para procurar um ponto de apoio para se abrigar em caso de chuva forte.

“O cenário é intenso em termos de destruição. Orientamos as pessoas que não permaneçam nas casas interditadas e que, em caso de nova chuva, se dirijam aos pontos de apoio do bairro. Os locais que tiverem solução através de obras de contenção o laudo da vistoria da Defesa Civil informará. As casas interditadas continuarão sem energia elétrica, para evitar que os moradores retornem a um lugar sem condição de moradia. Mas as casas não interditadas terão o fornecimento restabelecido, após novas avaliações”, explicou o Secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil, Coronel Roberto Silva.

Para a Promotora de Justiça, Anaiza Malhardes, além da intensificação da fiscalização do Poder Público para impedir construções irregulares e invasões, a comunidade deve ter consciência de que ao construir em locais de risco, a pessoa fica sujeita a se tornar vítima de desastres naturais. “Não é só o órgão público que tem que dizer ao morador que ele não pode construir em determinado lugar. O cidadão tem que se informar, porque quem vai ser a maior vítima é o próprio morador. Cidadania é uma via de mão dupla: direitos do cidadão, mas responsabilidade cidadã também”, alertou.

Texto: Silvia Pimentel
Fotos: Marco Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Cancelada edição do projeto Cultura nos Bairros em Teresópolis

Cancelada edição do projeto Cultura nos Bairros

Teresópolis, 13 de abril de 2012 - A Secretaria de Cultura da Prefeitura de Teresópolis informa que, ainda em virtude dos prejuízos causados pelas chuvas da última sexta-feira, 6 de abril, está cancelada a edição do projeto Cultura nos Bairros que aconteceria neste domingo, 15, no anfiteatro da Casa de Cultura Adolpho Bloch. Em momento oportuno, uma nova data será marcada para a realização do evento.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Exposição e música neste sábado,14/04/12,na Feso Pro Arte em Teresópolis

PROGRAMAÇÃO DE TERESÓPOLIS

CENTRO CULTURAL FESO PRO ARTE E UNIVERTI-FESO

Exposição e música na FESO Pro Arte – No sábado, dia 14 de abril, o Centro Cultural FESO Pro Arte (CCFP) receberá duas grandes atrações. Às 19h acontece a abertura da Exposição Rivka Elyaoglu - Ritmos em Barro, com curadoria do artista Dirceu Weber, na Galeria do CCFP. Às 20h30 será a apresentação da pianista Fulvia Escobar, com “Vivência que aproxima o Oriente do Ocidente através da música de Chopin e Villa Lobos, com toques de cromoterapia e mantras”, parte da Série Especial.

Fonte:UNIFESO Clipping

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Teresópolis recebe contribuição de mil cestas básicas-Ministro Marcelo Crivella doou mantimentos às vitimas das chuvas

Teresópolis recebe contribuição de mil cestas básicas-Ministro Marcelo Crivella doou mantimentos às vitimas das chuvas


Teresópolis, 12 de abril de 2012 – Na manhã desta quinta-feira, 12, o Ginásio Poliesportivo Pedrão, onde funciona a central das doações, recebeu uma carreta contendo mil cestas básicas. O Prefeito Arlei estava no local para receber os mantimentos que foram doados pelo Ministro da Pesca, Marcelo Crivella, e será entregue às famílias que foram atingidas pelas chuvas da última sexta-feira, 06.

“O Ministro Marcelo Crivella está sempre apoiando Teresópolis. Desde que assumi a Prefeitura, ele tem nos ajudado, nos orientando e nos recebendo em Brasília com carinho e respeito. Esta ajuda veio em um momento importante para dar dignidade e conforto às pessoas que foram atingidas pelas chuvas da semana passada”, agradeceu o Prefeito Arlei. 

Ruben Maciel, assessor de Crivella, acompanhou a entrega das cestas básicas. “O Ministro observou a vulnerabilidade da cidade neste momento e está prestando sua solidariedade através dessa doação às vitimas das chuvas”, pontuou.

Funcionários da Prefeitura ajudaram a descarregar as cestas básicas, que contêm arroz, feijão, açúcar, macarrão, fubá, farinha de trigo e de mandioca, seleta de legumes, óleo, linguiça, leite em pó, goiabada, creme de leite, caldo de galinha, pó de café, biscoito (maisena e água e sal), gelatina, polpa de tomate e temperos.

Doações

A Prefeitura solicita a doação de alimentos não perecíveis, roupas limpas e em bom estado, toalhas e material de higiene pessoal para atender as pessoas desalojadas em Teresópolis. Os donativos podem ser entregues no Ginásio Pedrão (Rua Tenente Luiz Meirelles, 211 – Várzea), que está funcionando como central de recebimentos e distribuição das doações.

Texto: Heliny Quintanilha
Foto: Jeferson Hermida
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Invadidas pela enchente, Secretaria de Fazenda e Procuradoria Geral de Teresópolis trabalham na recuperação de documentos

Invadidas pela enchente, Secretaria de Fazenda e Procuradoria Geral trabalham na recuperação de documentos


Teresópolis, 11 de abril de 2012 – Equipes da Procuradoria Geral do Município e da Secretaria Municipal de Fazenda trabalham na tentativa de recuperar documentos e arquivos de processos danificados pela enchente da última sexta-feira, 6, e que atingiu os dois setores, localizados no 1º piso da Prefeitura.

Dos cerca de oito mil processos arquivados na Procuradoria, pelo menos 1.500 foram praticamente destruídos pela água da chuva. A maioria são processos administrativos, além de petições, memorandos e ofícios, que tiveram os números, datas e despachos apagados. Também foram danificados computadores e outros equipamentos de informática. O trabalho é delicado e demorado, pois é feito manualmente pelo pessoal da Procuradoria que, utilizando máscaras e luvas, separa os arquivos e coloca os documentos para secar em varais improvisados. Nenhum processo de licitação foi perdido, pois todos são arquivados no 2º piso da Prefeitura.

“Os danos foram muitos, mas fizemos questão de catalogar e documentar tudo, pelo menos colocando o número dos processos que foram afetados. Também fizemos todas as comunicações, como ao Judiciário e à Promotoria. Pedimos, inclusive, um laudo de constatação ao Ministério Público. Muitos processos já estavam arquivados, mas são a memória viva do serviço público. Por isso tivemos o cuidado de comunicar aos órgãos competentes. Essa é a missão do poder público enquanto lida com documentos públicos”, explicou a Procuradora Geral, Rosilda de Carvalho Barbosa.

Apesar dos danos, a Procuradoria já voltou ao funcionamento. “Os processos estão correndo e os contratos, assinados. Colocamos um advogado só para fazer os contratos, para a Prefeitura não perder os seus prazos. Já teve até audiência, apesar de termos pedido ao Poder Judiciário uma dilação de prazo para os processos da Prefeitura, por orientação de um dos juízes da Comarca. Mas a Procuradoria está funcionando normalmente”, esclareceu a Procuradora.

Na Secretaria Municipal de Fazenda a situação é mais grave, visto que os armários de arquivos de documentos ficam localizados em uma sala subterrânea, que foi totalmente alagada. “Todos os processos de alvará foram perdidos e também algumas guias de ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis). Além disso, os processos de legalização, de licença para construção, de desmembramento e de remembramento, todos eram guardados nesta sala subterrânea”, informou o Secretário, Geraldo Carvalho. Os relatórios referentes a IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) estão todos preservados, pois são arquivados em local que não foi atingido pela enchente.

A água ainda está sendo retirada do espaço, para que a situação seja avaliada e verificada se há possibilidade de recuperação dos documentos da Fazenda. “Vamos tentar recuperar os processos, pois são documentos do contribuinte. Muitos, inclusive, seriam levados para registro em cartório. Também veremos se será possível fazer processos novos”. Segundo o Secretário, em 30 anos de trabalho como funcionário municipal, foi a segunda vez que ele viu uma enchente inundar o primeiro piso da Prefeitura.

Texto: Silvia Pimentel
Fotos: Jeferson Hermida
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Teresópolis recebe consultor do Ministério da Cultura para debater construção do Sistema Municipal de Cultura

Teresópolis recebe consultor do Ministério da Cultura para debater construção do Sistema Municipal de Cultura


Teresópolis, 11 de abril de 2012 - O consultor do Ministério da Cultura (MinC) e da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), Flávio Aniceto, esteve em Teresópolis nesta quarta-feira, 11 de abril, para uma reunião com o Secretário de Cultura, Ronaldo Fialho, e o coordenador de projetos da Secretaria de Cultura, Lu Guarilha. Durante o encontro, foi debatida a construção do Sistema Municipal de Cultura, que está em andamento e contará com o assessoramento de Aniceto.

“Com o Sistema Municipal de Cultura, resultado de um processo democrático, com a participação do poder público e da sociedade civil, teremos definidas as ferramentas necessárias e as políticas públicas que vão nortear a cultura no município pelos próximos anos. Sem dúvida, mais um grande avanço para o desenvolvimento cultural de Teresópolis”, avalia o Secretário de Cultura, Ronaldo Fialho.

Durante a visita, Flávio Aniceto avaliou o atual estágio do município dentro do processo de construção do sistema e saiu satisfeito. “Teresópolis está caminhando muito bem. A cidade conta com Conselho de Cultura em funcionamento, Fórum de Cultura Permanente, Fundo de Cultura, realizou duas conferências e está formulando a criação de seu Plano Municipal de Cultura. Nossa expectativa é que o Plano seja entregue ainda este ano, finalizando um ciclo que começou na 1ª Conferência de Cultura de Teresópolis, em 2009, e deixando uma nova semente plantada, com todas as diretrizes para o início de um novo ciclo”, elogiou o consultor, lembrando ainda que Teresópolis fez parte de todas as etapas do processo. “O Sistema Nacional é fruto de uma criação coletiva, que teve a participação de Teresópolis em todas as suas etapas. A cidade fez sua parte desde o início, assim como outros municípios da Região Serrana, dando um importante passo político e organizativo”, acrescentou.

O Sistema Municipal de Cultura será um instrumento único, que vai consolidar o conselho, o fundo e o plano de cultura de Teresópolis, integrando, por sua vez, o Sistema Nacional de Cultura. O trabalho conjunto, com a adoção de políticas públicas locais em acordo com as nacionais, favorece o desenvolvimento de novos projetos e a inclusão do município em programas, além de facilitar a obtenção de recursos junto ao Governo Federal. Neste momento, 37% dos municípios do Estado do Rio de Janeiro integram o Sistema Nacional de Cultura, incluindo Teresópolis.

Texto: Geórgia Jahara
Fotos: Cláudio Furtado
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis e Cruz Vermelha firmam parceria para atender as vítimas das chuvas

Prefeitura e Cruz Vermelha firmam parceria para atender as vítimas das chuvas-Criação de centro de capacitação de voluntários é meta do trabalho conjunto


Teresópolis, 11 de abril de 2012 – Representantes da Prefeitura de Teresópolis e da filial da Cruz Vermelha na cidade se reuniram na tarde desta terça-feira, 10, para estabelecer uma parceria entre o poder público e a instituição humanitária. O objetivo é definir estratégias de ações conjuntas para atender a população atingida pelas fortes chuvas que caíram sobre o município na última sexta-feira, 06.

Participaram da reunião o Prefeito Arlei, acompanhado da Primeira-dama, Alessandra Rosa, o Secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil, Coronel Roberto Silva, a Secretária de Desenvolvimento Social, Graça Granito, o Secretário de Educação, Leonardo Vasconcelos, o Presidente da Cruz Vermelha em Teresópolis, Herculano Abrahão, e a Diretora do Departamento de Educação e Saúde da Cruz Vermelha, Elizabeth Benitez.

“A parceria entre Prefeitura e Cruz Vermelha fortalece a cidade neste momento. A Cruz Vermelha está empenhada em conseguir doações e tem credibilidade em situações como essa; a Prefeitura entra com toda a estrutura necessária para que essa parceria seja eficaz”, destacou o Prefeito Arlei, ressaltando que o principal objetivo neste momento é levar conforto e dignidade para a população atingida.

“Esta é uma parceria que deve acontecer naturalmente. Uma das principais diretrizes da Cruz Vermelha é auxiliar o poder público e atuar dentro de suas possibilidades. É isso que estamos fazendo neste momento, reafirmando que a Cruz Vermelha e a Prefeitura devem trabalhar juntas”, pontuou Herculano Abrahão.

Durante a reunião, ficou estabelecida a utilização do Ginásio Pedro Jahara, o Pedrão, como principal ponto de apoio da cidade, centralizando o recebimento e a distribuição das doações, sob a supervisão da Cruz Vermelha. Também foram definidas as metas do trabalho conjunto na gestão dos abrigos e dos donativos. Com o objetivo em médio prazo, está a criação de um centro de capacitação de voluntário, com um programa para habilitar as pessoas a trabalharem em situações de desastres naturais.

Texto: Heliny Quintanilha
Fotos: Jeferson Hermida
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Clube Panorama concentrará desabrigados do temporal de 06 de abril de 2012

Clube Panorama concentrará desabrigados

Espaço amplo contará com equipe de assistentes sociais e psicólogos

Teresópolis, 11 de abril de 2012 – Unido à população e prestando auxílio às famílias atingidas pela forte chuva da última sexta-feira, dia 06, o Prefeito Arlei e a Primeira Dama Alessandra Rosa, acompanhados dos Secretários Municipais de Meio Ambiente e Defesa Civil, Cel. Roberto Silva, de Desenvolvimento Social, Graça Granito, e de Educação, Leonardo Vasconcelos, estiveram nesta quarta-feira, dia 11, no Ciep do Barroso. O local é um dos pontos de apoio do município e está alojando 80 pessoas. Também participaram do encontro os Secretários de Planejamento, Antônio Carlos Moura, e de Turismo, Carlos Tucunduva.

Segundo o Prefeito Arlei, as famílias desabrigadas que estão alojadas nos quatro pontos de apoio da cidade serão levadas, até esta sexta-feira, para o Clube Panorama. “Estamos montando toda a infraestrutura necessária no Clube Panorama. As famílias afetadas e que não têm para onde ir serão acomodadas em um local amplo e com espaço para a recreação das crianças. Além disso, vamos disponibilizar um veículo para levar as crianças para suas escolas e vale-transporte para que todas as pessoas possam ir trabalhar”, detalhou o Prefeito. O local contará com equipes de assistentes sociais e psicólogos e com o apoio da Guarda Municipal.

Na ocasião, Arlei e sua equipe de governo puderam ouvir as principais demandas e dúvidas da população, principalmente no que se refere à interdição das casas e ao Aluguel Social. “As equipes da Defesa Civil estão fazendo vistorias nas comunidades atingidas e avaliando os riscos das residências. Com base neste levantamento, a Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio (Emop) fará a negociação com os proprietários das casas que tiverem interdições permanentes. Cada família terá três opções: receber indenização do Governo Estadual, se inscrever no programa de aluguel social enquanto aguarda a construção de unidades habitacionais pelo poder público, ou se inscrever no programa de compra assistida, em que o morador receberá o valor correspondente à avaliação feita do seu imóvel”, explicou o Cel. Roberto Silva, Secretário Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil.

Trabalhando em conjunto com a Defesa Civil, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social já iniciou o levantamento das famílias atingidas. “A interdição do imóvel é o que assegura o recebimento do Aluguel Social. Estamos em contato permanente com o Governo do Estado e eles nos auxiliarão no cadastramento da população que precisará receber o benefício”, detalhou Graça Granito, Secretária de Desenvolvimento Social.

Adaptações no Clube Panorama

Como o Clube Panorama será utilizado como abrigo pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias, para acolher os desabrigados do temporal da última sexta-feira, 6, equipes das secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos e de Saúde estiveram no local, nesta quarta-feira, 11, para começar o trabalho de limpeza e manutenção do espaço, como a recuperação da rede elétrica, e de coleta de água para análise.

“Vamos colher água para fazermos uma análise microbiológica do material. Se a água estiver contaminada, deverá ser feita a limpeza das caixas d’água para que fique adequada ao consumo”, explicou a veterinária da Vigilância Ambiental/Vigiágua da Secretaria de Saúde, Eveline Brasil. Além disso, será feito um trabalho de desratização no entorno do prédio.

O Secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil, Cel. Roberto Silva, acompanhou os serviços de adaptação e ressaltou a parceria da Prefeitura com a Cruz Vermelha no atendimento aos desabrigados. “Esse trabalho está sendo feito por diversas secretarias em parceria com a Cruz Vermelha, que tem grande experiência no assunto. Fizemos vistoria no clube para determinar quais áreas poderão ser usadas, pois é fundamental que os abrigados estejam em segurança”, afirmou.

O Cel. Roberto Silva lembrou que a Prefeitura promoveu em conjunto com o Governo do Estado um curso de administração de abrigos e que há voluntários capacitados para esse trabalho. O presidente da Cruz Vermelha em Teresópolis, Herculano Abraão, também esteve no clube e frisou a importância de oferecer um local seguro para os desabrigados.

O imóvel foi vistoriado na terça-feira, dia 10, pelo Prefeito Arlei e por técnicos das secretarias municipais de Meio Ambiente e Defesa Civil, de Planejamento, de Administração e da Procuradoria Geral, que fizeram um levantamento do patrimônio do clube e da situação do prédio.

Texto: Fabiana Fuchs e Mara Lúcia
Fotos: Jeferson Hermida e Marco Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Hemonúcleo de Teresópolis convoca doadores para reforçar estoque de sangue

Hemonúcleo convoca doadores para reforçar estoque de sangue


Teresópolis, 11 de abril de 2012 – Com o objetivo de reforçar o seu estoque para atender as demandas dos hospitais da cidade, o Hemonúcleo Teresópolis está convidando os doadores de sangue de qualquer tipo para um gesto de solidariedade. As doações podem ser feitas no banco de coleta, que funciona na Rua Francisco Sá, 299, na Várzea, e o atendimento acontece de segunda a sexta, das 8h às 12h.

Para doar sangue deve ser apresentado documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação), ter entre 16 e 67 anos, estar bem de saúde e pesar mais de 50 quilos. A mulher não pode estar grávida, nem amamentando. A pessoa não pode ter ingerido bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes da doação. Não é preciso estar em jejum, basta evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

terça-feira, 10 de abril de 2012

Prefeitura de Teresópolis sinaliza Rua Manoel José Lebrão

Prefeitura sinaliza Rua Manoel José Lebrão 

Teresópolis, 10 de abril de 2012 – A Secretaria de Segurança Pública da Prefeitura de Teresópolis continua renovando a sinalização horizontal e vertical das ruas da cidade. A Rua Manoel José Lebrão recebeu, nesta terça-feira, 10, nova pintura de sinalização de solo. A medida busca garantir um trânsito mais seguro para pedestres e motoristas.

O Secretário de Segurança Pública, Marco Antônio da Luz, coordenou os trabalhos. “Para evitar acidentes, o Prefeito Arlei solicitou que fosse feita toda a sinalização necessária para a segurança da população. Além da pintura de solo, a via terá placas com limites de velocidade e redutores fazendo com que os motoristas trafeguem mais devagar em trechos com maior movimento de pedestres”.

A aposentada Alair Veiga que faz um trabalho voluntário na APAE reconheceu a precisão da sinalização. “Além de embelezar a rua, com este asfalto novo tão esperado pela população, o serviço vai trazer mais segurança aos motoristas e pedestres. Sem os buracos, é importante impor limites”, comentou Alair. 
Além de estar de acordo com os projetos de engenharia de tráfego e as especificações do Código de Trânsito e do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o trabalho inclui pinturas de faixas contínuas e seccionadas, símbolos e legendas, placas informando limites e redutores de velocidade. Também está prevista a implantação de faixas de pedestres nos locais de maior circulação de pessoas.

Texto – Gisele Barreto
Fotos – Davi Almada
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Temporal de 6 de abril-Prefeitura de Teresópolis e entidades fazem pesquisa para levantar prejuízos do comércio

Temporal de 6 de abril-Prefeitura e entidades fazem pesquisa para levantar prejuízos do comércio 

Teresópolis, 10 de abril de 2012 – A Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Teresópolis, em parceria com a Aciat – Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Teresópolis, CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, Sincomércio – Sindicato do Comércio de Teresópolis, Firjan – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro e Sebrae-RJ, vai começar a fazer nesta quarta, 11, uma pesquisa de avaliação dos impactos do temporal do último dia 6 na economia da cidade. Serão visitados estabelecimentos na Várzea, Alto, São Pedro e Fonte Santa, entre outras áreas atingidas. A iniciativa conta ainda com o apoio do Governo do Estado, através da Sedeis – Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços.

“No dia seguinte à chuva, percorremos junto com o Prefeito Arlei estabelecimentos comerciais que foram inundados e constatamos que o prejuízo foi grande, com perda de estoques e equipamentos. Mas para que possamos mensurar com mais exatidão, vamos fazer este levantamento e o resultado vai nortear as ações de recuperação financeira para o restabelecimento das empresas”, explicou o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Breder, na reunião realizada nesta terça-feira, 10, com representantes das entidades parceiras para definição dos detalhes do trabalho que será feito.

Presente ao encontro, o presidente do Sincomércio, Igor de Oliveira, ressaltou que além do auxílio aos empresários, como a concessão de linhas de empréstimos com taxas mais baixas, o município deve adotar medidas para que os alagamentos não aconteçam. “A iniciativa é muito válida porque sabemos que vários comerciantes vão precisar dessa ajuda para se reerguer, mas temos que pensar também na solução do problema das enchentes. Acredito que o poder público deve fazer a dragagem do Rio Paquequer para que essas inundações não voltem a acontecer no próximo verão”. O Secretário Eduardo Breder informou que está no cronograma da Prefeitura a realização desse serviço, que vai ser feito em conjunto com o Governo do Estado.

A previsão é de que o relatório parcial da pesquisa esteja pronto nesta sexta-feira, 13, ocasião em que os representantes da Prefeitura e das entidades vão se reunir novamente para avaliar os dados coletados e elaborar o plano de ação que deverá conter medidas como a prorrogação de prazos para pagamento de impostos; concessão de linhas de crédito com juros mais baixos que os praticados no mercado; e prestação de consultoria empresarial, jurídica e financeira.

Texto: Mara Lúcia
Foto: Davi Almada
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Decretada Situação de Emergência em Teresópolis

Decretada Situação de Emergência em Teresópolis

Prefeitura requisita instalações do Clube Panorama para alojar desabrigados das chuvas

Teresópolis, 10 de abril de 2012 – Publicado nos Atos Oficiais do Município desta terça, 10, o Decreto n° 4211/2012, que declara Situação de Emergência em Teresópolis pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias. Para tanto, foram considerados os estragos causados pelo temporal da última sexta-feira, 6, quando choveu 220mm em apenas quatro horas, volume esperado para todo o mês de abril, resultando na morte de cinco pessoas. Relatório da Defesa Civil, liberado na manhã desta terça, informa o registro de 480 interdições e de 610 vistorias técnicas nos últimos quatro dias, com 196 pessoas alojadas em quatro pontos de apoio.

Com base no Decreto, o Município fica autorizado a tomar uma série de medidas e providências, independentemente de licitação, para socorrer os desabrigados e recuperar as áreas atingidas, entre elas, a aquisição de veículos, máquinas e equipamentos, o recrutamento de pessoal para prestação de serviços necessários, a compra de gêneros alimentícios, vacinas, medicamentos, roupas e materiais de construção, entre outros. Fica autorizada ainda a realização de campanhas de arrecadação de recursos para facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.

Também ficam à disposição do Município todos os serviços públicos ou de utilidade pública, essenciais ou não, como os de transportes de pessoas e cargas, de fornecimento de energia elétrica, de telecomunicações e de água, bem como os serviços hospitalares, destinados ao atendimento de urgência, conforme previsto na legislação aplicada a situações de calamidade pública.

O Decreto lista como mais atingidos os bairros Santa Cecília, Barroso, Araras, Bom Retiro, Várzea, Meudon, Tijuca, Rosário, Agriões, Alto, Comary, São Pedro, Caxangá, Fonte Santa, Quinta Lebrão, Vale da Revolta, Perpétuo, Pimentel, Jardim Meudon, Coreia, Corta Vento, Fátima, Jardim Cascata, Granja Guarani, Taumaturgo, Iúcas, Carlos Guinle, Quarenta Casas, Recanto dos Artistas, Prata, Vale do Paraíso, Barra do Imbuí, Beira Linha, Vila Muqui, Fazendinha, Albuquerque e Ermitage – na área urbana, e Três Córregos, Canoas, Montanhas, Varginha, Venda Nova, Vargem Grande e Prata dos Aredes no interior do Município.

Abrigo

Também foi publicado nos Atos Oficiais do Município desta terça, 10, o Decreto n° 4212/2012, que declara de necessidade pública a utilização temporária do Panorama Country Clube, no bairro Panorama, pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias, para acolher os desabrigados do temporal da última sexta-feira, 6. Para tal utilização, o Decreto Municipal leva em conta o disposto no artigo 5º, inciso XXIII da Constituição Federal de 1988, que dispõe que a propriedade atenderá a sua função social.

Localizado na Rua Professora Carmen Gomes, 67, no Panorama, e desativado desde 2007, o imóvel está sendo vistoriado nesta terça-feira, 10, por equipes das secretarias municipais de Meio Ambiente e Defesa Civil, de Planejamento, de Administração e da Procuradoria Geral, que estão fazendo um levantamento do patrimônio do clube e da situação do prédio para futura ocupação como abrigo. 

O Decreto 4212/2012 determina que, sob a coordenação do Gabinete do Prefeito, as secretarias municipais de Meio Ambiente e Defesa Civil e de Desenvolvimento Social ficam autorizadas a compor frentes de trabalho destinadas a organizar o gerenciamento do abrigo, o alojamento dos desabrigados, a promover campanhas de vacinação, entre outras ações, fixando as tarefas e atribuições das pessoas que trabalharem no local.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Prefeitura de Teresópolis trabalha intensamente para limpar a cidade-Estado e município unem forças para recuperar áreas atingidas pelo temporal

Prefeitura trabalha intensamente para limpar a cidade-Estado e município unem forças para recuperar áreas atingidas


Teresópolis, 9 de abril de 2012 - Diante do temporal que atingiu Teresópolis, na tarde da última sexta-feira, 6, a Prefeitura não está medindo esforços para recuperar a ordem da cidade. Funcionários da Secretaria de Obras e Serviços Públicos estão trabalhando intensamente na limpeza das ruas dos bairros mais atingidos e das avenidas do Centro tomadas pelo barro e pela lama. 

As equipes municipais ganharam um importante reforço para este trabalho. Além da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana), da Prefeitura do Rio de Janeiro, que encaminhou homens e máquinas para agilizar o serviço, a Administração Municipal conta ainda com a parceria da Cedae, que disponibilizou caminhões-pipa e equipamento para desentupir os bueiros.


O Prefeito Arlei tem acompanhado as ações e determinou que os trabalhos de limpeza fossem intensificados e urgentes. Segundo ele, o esforço neste momento é para a retirada do lixo e da lama acumulados pela cidade.
Em função do grande volume de águas, algumas redes pluviais não suportaram e romperam-se, outras tiveram entupimento e a lama se espalhou pelas ruas que no cotidiano não sofrem com este problema. Toneladas de terra, areia, lama e barro estão sendo removidas das vias de Teresópolis. Com auxílio de retroescavadeiras, caminhões e carros-pipas as equipes avançam nos trabalhos.

No Bom Retiro, uma turma de mais de vinte trabalhadores realizou a limpeza da Rua Heron Domingues. A Rua Estado do Rio de Janeiro, em Araras, teve cinco manilhas, de um metro de diâmetro cada, quebradas com a força da água e tiveram que ser deslocadas e substituídas. Na Rua Mato Grosso, também em Araras, uma grande barreira está sendo removida para desimpedir a passagem dos moradores. Outro bairro que sofreu com os alagamentos foi a Fonte Santa. Durante esta segunda, 9, funcionários da Prefeitura trabalharam no local vistoriados pelo Prefeito Arlei,Secretários Municipais e técnicos da Defesa Civil.

O Deputado Estadual Rogério Cabral esteve na cidade nesta segunda, 9, para prestar solidariedade aos moradores atingidos e se colocar à disposição para ajudar. “Este é um momento difícil para o município e não poderíamos deixar de estar aqui para oferecer todo o apoio para a população e para o Prefeito Arlei, que não está medindo esforços para atender aos desabrigados e restabelecer a normalidade na cidade”, frisou o deputado acrescentando que o apoio do Governo do Estado também tem sido fundamental na recuperação da cidade.


Texto- Gisele Barreto
Fotos – Marco Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis