Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Projetos do Governo do Estado estabelecem, pelo menos, oito bairros de Teresópolis para receberem obras de contenção, barragem, pontes e drenagens

Uma nova ponte, confeccionada dentro das mais modernas técnicas de construção, também está sendo edificada para facilitar o acesso dos moradores da comunidade de Inconha
Projetos do Governo do Estado estabelecem, pelo menos, oito bairros de Teresópolis para receberem obras de contenção, barragem, pontes e drenagens-Caleme, Parque do Imbuí, Vila Muqui, Granja Florestal, Cascata do Imbuí, Posse, Fischer e Campo Grande estão entre os locais atendidos


Teresópolis, 15 de abril de 2013 – As obras de reconstrução e de prevenção do Governo do Estado realizadas em parceria com a Prefeitura de Teresópolis estão acontecendo em vários pontos do município. As intervenções podem ser vistas nos locais mais atingidos pelas chuvas de janeiro de 2011, como os bairros do Caleme, Parque do Imbuí, Vila Muqui, Granja Florestal, Cascata do Imbuí, Posse, Fischer e Campo Grande.

Obras de drenagem, limpeza e desobstrução de rios, contenção de encostas e de margem de rio, construção de pontes e galerias, e reflorestamento das áreas devastadas pelas enchentes são algumas das ações que operários de empresas licitadas pelo governo estadual estão executando.

Na Cascata do Imbuí, uma importante ação desenvolvida pelo Inea (Instituto Estadual do Meio Ambiente) foi a recuperação da calha hidráulica do Rio Príncipe, que vai desde a Cascata do Imbuí até o Campo Grande. Uma grande muralha de blocos pré-fabricados de concreto armado, com 3,5m de altura, percorre as margens do rio que, além da contenção, ganhou também uma ponte de concreto e projeto paisagístico. Ainda no bairro, outra ponte está sendo construída para dar, à população que mora do outro lado do rio, acesso rápido à estrada principal (Estrada José Gomes da Costa Jr.). 
Na Cascata do Imbuí, uma importante ação desenvolvida pelo Inea foi a recuperação da calha hidráulica do Rio Príncipe, que vai desde a Cascata do Imbuí até o Campo GrandeSegundo dados registrados na placa da obra, o valor do investimento para a execução total do projeto é de R$ 20. 578.017,62
Outra ponte está sendo construída na Cascata do Imbuí para dar, à população que mora do outro lado do rio, acesso rápido à estrada principal (Estrada José Gomes da Costa Jr.)Outro trabalho que vem sendo executado na cidade pelo Inea é a capina e roçada, das margens do rio que passa pelo Parque do Imbuí
O Campo Grande, que foi seriamente afetado pelo fenômeno climático de 2011, virou um canteiro de obras. Além do trabalho de quebra e retirada de pedras roladas no período da enchente, várias intervenções estão acontecendo no lugar. Uma galeria com mais de 40 metros foi finalizada na entrada da comunidade, próxima à igreja católica do local. Uma nova ponte, confeccionada dentro das mais modernas técnicas de construção, também está sendo edificada para facilitar o acesso dos moradores da comunidade de Inconha. Outro projeto que está em fase de preparação é a construção de barragem na cabeceira do Rio Príncipe e de um parque fluvial entre a Posse e o Campo Grande. 

Outro trabalho que vem sendo executado na cidade pelo Inea é a capina e roçada, das margens do rio que passa pelo Parque do Imbuí. A limpeza facilita o trabalho de topografia e sondagem realizado pelos técnicos do órgão estadual, que consiste em um estudo do terreno para avaliar qual profundidade e tipos de material encontrado no subsolo.
 O Campo Grande, que foi seriamente afetado pelo fenômeno climático de 2011, virou um canteiro de obras O Campo Grande, que foi seriamente afetado pelo fenômeno climático de 2011, virou um canteiro de obras
No Campo Grande, além do trabalho de quebra e retirada de pedras roladas no período da enchente, uma galeria de mais de 40 metros foi finalizada na entrada do bairro, próxima à igreja católica do localNo Campo Grande, além do trabalho de quebra e retirada de pedras roladas no período da enchente, uma galeria de mais de 40 metros foi finalizada na entrada do bairro, próxima à igreja católica do local
Com recursos estaduais, as intervenções de contenção de encostas, para evitar novos deslizamentos foram realizadas no Caleme,Granja Florestal, Golfe e Fisher. Na Granja Florestal, os trabalhos de contenção já foram concluídos. Aproximadamente, 700 metros de malha de ferro foram colocados e dois muros de 50 e 30 metros, respectivamente, foram erguidos perante os taludes para acontenção da barragem, feita através do solo grampeado e projetado. No local já se pode perceber a vegetação crescendo nas encostas. 

No Caleme, uma ponte de concreto com 18 metros de extensão, foi construída e já está em uso pelos moradores da região. A obra conta ainda com uma passarela de pedestre e guarda corpo. Além da ponte, um muro de gabião com 40m² de comprimento por três de altura foi construído embaixo da plataforma para dar sustentação à margem e não infiltrar a terra. A obra, com recursos estatuais, ficou orçada em quase 700 mil reais.
Além dessa intervenção, uma área com vinte mil metros quadrados, no Caleme, está sendo preparada para receber tratamento de drenagem e recomposição da superfície
Além dessa intervenção, uma área com vinte mil metros quadrados, no Caleme, está sendo preparada para receber tratamento de drenagem e recomposição da superfície com vegetação e contenção de rochas na parte superior do morro. Estima-se que em dez meses, a obra esteja concluída. Ainda existem projetos de execução para os bairros do Parque do Imbuí, Vila Muqui e Posse (Solar Renan). Segundo dados registrados na placa da obra, o valor do investimento para a execução total do projeto é de R$ 20. 578.017,62.
No Caleme, uma ponte de concreto com 18 metros, foi construída e já está em uso pelos moradores da região

Texto – Gisele Barreto
Fotos – Jeferson Hermida
Fonte - Assessoria de Comunicação de Teresópolis

2 comentários:

  1. Procuro emprego como operador de retroescavadeira, possuo curso e habilitação. Tel 972586181

    ResponderExcluir