Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Artistas e amigos comemoram 90 anos de Alexander Robin na Casa de Cultura de Teresópolis

 Secretário de Cultura, Wanderley Peres, o homenageado Alexander Robin e o jornalista José Attico
Artistas e amigos comemoram 90 anos de Alexander Robin

Mostra sobre carreira do pintor pode ser vista até 15 de fevereiro na Casa de Cultura

Teresópolis, 28 de janeiro de 2014 - Dezenas de amigos e artistas plásticos se reuniram na noite do último sábado, 25, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, para a abertura da exposição ‘Alexander Robin – 90 anos’. A mostra, como o próprio nome diz, comemora os 90 anos do artista plástico e poderá ser vista pelo público até 15 de fevereiro na Casa de Cultura (Praça Juscelino Kubitschek, s/nº - Araras).

Realizada em grande estilo, a noite de abertura teve diversos momentos de emoção, a começar pelo documentário ‘O Passageiro da Aventura’, sobre a vida e a carreira do artista, produzido pelo jornalista José Attico. Nascido nos Estados Unidos, Robin foi criado em Viena, na Áustria, e após se aventurar por muitos países, veio para o Brasil, passando por aqui em 1947 e pela segunda vez em 1953, agora em caráter definitivo, vindo morar em Teresópolis, onde reside até hoje. A noite teve ainda apresentações musicais, coquetel, visita à exposição e um bolo de aniversário, com direito a ‘Parabéns a Você’.

Amigo do artista e incentivador da exposição, o Secretário de Cultura, Wanderley Peres lembrou que a mostra é uma pequena parcela do vasto acervo de Robin, com quadros emprestados à Cultura pelos seus amigos. “Essa exposição especial mostra algumas obras do pintor, cedidas por alguns de seus muitos amigos, e consegue revelar a magnitude do trabalho deste grande artista teresopolitano”, comentou.
Retrato de Alexander Robin, pintado pelo artista Virgílio Dias
Presidente de honra da Soarte, Edith Sidi, Alexander Robin e o colunista Waldair Queiroz
Emocionado, Robin agradeceu pela noite de festa. “Agradeço aos meus amigos e a todas as pessoas que me ajudaram ao longo destes 90 anos. E, em especial, agradeço a Wanderley Peres e ao meu marchand, Marcos Monteiro, por esta exposição, que me deixou realmente comovido. Muito bom comemorar 90 anos ao lado de tantas pessoas queridas”, destacou Robin, homenageado, em seguida, com um aplaudido ‘Parabéns a você’.

Logo depois, foi realizada visita à exposição. Com cerca de 30 telas, pertencentes a amigos colecionadores, a mostra ficará exposta na Galeria da Casa de Cultura até 15 de fevereiro. Um catálogo foi especialmente confeccionado para agregar valor à exposição histórica, com fotografias das pinturas em exibição, depoimentos e entrevista com o artista plástico.

Os muitos amigos e artistas plásticos presentes parabenizaram e elogiaram o trabalho de Robin. “Quem conhece Alexander Robin, vê a sua alma expressa em seus quatros. Ele fará parte importante da história da arte no Brasil”, comentou Márcio de Paula. Presidente de honra da Soarte, Edith Sidi concordou. “Robin pinta muito bem e retrata Teresópolis com perfeição. Em todos estes anos de Soarte, sempre foi parceiro e dedicado. Um grande amigo, que será sempre o Mago do Azul”, elogiou.

Para José Ramon, Robin sempre foi um amigo excepcional. E para Israel Sartini, um pintor sem igual. “O trabalho dele é muito abrangente. Ele é considerado expressionista, mas na verdade, ele é muito mais do que isso. Simplesmente fantástico”, comentou.

Sami Mattar definiu a obra de Robin como “inconfundível, pela luz, pela cor e pelo movimento, com a força que o levou ao expressionismo”. E Virgílio Dias, que retratou Robin, foi outro que elogiou. “Além de ser um grande amigo, a obra de Robin não precisa de explicação. Tem autonomia, ganha seu caminho, com firmeza e convicção. Basta contemplá-la”, enalteceu.

Curador da exposição, o marchand Marcos Monteiro espera grande visitação. “Aprendi muito com Alexander Robin e esta foi a forma que encontrei para mostrar minha gratidão. A obra de Robin fala por si própria. Espero que muitos visitantes venham conhecer seu trabalho”, comentou.

A noite de abertura teve ainda uma apresentação de fado, interpretada por Fany Rego, Lucia Lins, Victor Lopez, Ester e Raquel Lopez e Alexandre Guichard.

Com organização e montagem a cargo do coordenador de exposições da Secretaria de Cultura e também artista plástico, Ricardo Guarilha, a mostra ‘Alexander Robin – 90 anos’ pode ser vista de segunda a sábado, das 9h às 18h.
 Dezenas de convidados e amigos prestigiaram a abertura da mostra, que pode ser vista até 15 de fevereiro
A apresentação de fado foi um dos destaques da noite
Texto: Geórgia Jahara
Fotos: Roberto Ferreira
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Nenhum comentário:

Postar um comentário