Pesquisar este blog

terça-feira, 30 de junho de 2015

Inscrição para Eleição Unificada do Conselho Tutelar de Teresópolis é prorrogada até 7 de julho

Governo do Rio lança programa para incentivar esportes no interior fluminense

Setur/TurisRio realizam Fórum de Fortalecimento do Turismo para o interior

Alerj aprova projeto de lei que permite securitização da dívida ativa do Rio

Estado do Rio bate recorde de autorização familiar para doação de órgãos

Inea fiscaliza ocupação irregular do solo em Angra dos Reis RJ

Procon RJ intensifica fiscalização e conquista consumidores

Nilo Sergio Felix recebe homenagens por serviços ao Turismo

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Dia 03/07/15 -Sexta Dançante na Pizarria Olicios em Teresópolis RJ

Venha curtir e participar no dia 03/07/15 da Sexta-Feira Dançante na Pizarria Olicios

Dia 03/07/15 -Sexta Dançante na Pizarria Olicios em Teresópolis RJ


Endereço:Rua Castro Alves, 840 - Carlos Guinle, Teresópolis - RJ, 25959-075
(21) 2642-4920

Fonte: Doraliza Diaz

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Prorrogadas até 3 de julho as inscrições para a XII Conferência de Saúde de Teresópolis

TERESOPOLIS
Prorrogadas até 3 de julho as inscrições para a XII Conferência de Saúde

Teresópolis, 26 de junho de 2015 – Com o objetivo de garantir ampla participação popular, foi prorrogado até o dia 3 de julho o prazo de inscrição para a 12ª edição da Conferência de Saúde de Teresópolis. Importante fórum de debates e de mobilização popular na gestão da saúde no município, o evento tem como finalidades avaliar a situação do setor e estabelecer as diretrizes das políticas públicas que farão parte do Plano Municipal de Saúde.

Organizada pelo Conselho Municipal de Saúde e promovida pela Prefeitura de Teresópolis, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde e com supervisão de Comissão Organizadora, a XII Conferência Municipal de Saúde tem como tema “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas – Direito do Povo Teresopolitano”. O evento acontecerá nos dias 10, 11 e 12 de julho, no Unifeso – Centro Universitário Serra dos Órgãos (Av. Alberto Torres, 111, Alto).

Representantes dos grupos de usuários, profissionais de saúde e prestadores de serviço público e privado devem se dirigir à Sala do Conselho de Saúde, que funciona na sede da Secretaria de Saúde (R. Júlio Rosa, 366 – Tijuca), para assegurar a sua vaga. Até o dia 2, o atendimento acontecerá das 9h às 12h e de 13h30 às 16h; e no último dia de inscrição, 3 de julho, o cadastramento será feito de 9h às 12h.

Vagas e documentos

No grupo de usuários podem se inscrever 56 delegados, sendo um delegado e um suplente por entidade. No grupo de profissionais de saúde há vagas para 28 delegados. No grupo de prestadores de serviço público são 14 delegados e 14 suplentes, mesmo número para o grupo de prestadores de serviço privado. Também podem se inscrever, como observadores, pessoas interessadas na questão de saúde do município, não ligadas a entidades.

No caso de representante de entidade, o interessado deverá apresentar original e cópia dos seguintes documentos: estatuto ativo registrado em cartório, ata da posse da diretoria registrada em cartório, comprovante de endereço, comprovante do CNPJ ativo e indicação de representante, com o comprovante de endereço da pessoa indicada. Já os observadores, que são pessoas interessadas na questão de saúde do município e que não são vinculadas a entidades, deverão apresentar, para se inscrever, o original de um documento de identidade, CPF e comprovante de residência.

O telefone do Conselho de Saúde para informações é (21) 2641-4569.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Secretário estadual do Ambiente entrega cheques de indenizações para famílias que viviam em áreas de risco em Teresópolis

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 26 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Secretário estadual do Ambiente entrega cheques de indenizações para famílias que viviam em áreas de risco em Teresópolis

Ação faz parte do programa de recuperação ambiental das áreas atingidas por enchentes no município

O secretário estadual do Ambiente, André Corrêa, entrega nesta sexta-feira (26/06), às 17h, os cheques de indenização para 29 famílias que residiam em áreas com risco de inundação em Teresópolis. A solenidade acontece na Igreja do Caleme, em Teresópolis, na Região Serrana. O valor total das indenizações é de R$ 1,424 milhão.

Com o pagamento das indenizações, será possível fazer a demolição dos imóveis e realizar obras de recuperação ambiental nas áreas atingidas pelas enchentes. Em outros casos, os imóveis estão situados em áreas com médio risco de inundação que já tiveram obras realizadas pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Dentro do processo de negociação, conduzido pelo Inea, as famílias cadastradas podem optar por indenização em dinheiro ou a compra assistida de outro imóvel. Em Teresópolis foram cadastradas 624 famílias, das quais 519 já tiveram a negociação concluída e 370 receberam a indenização, em dinheiro ou através da compra assistida.

As obras de recuperação ambiental que ainda estão previstas no município são as de substituição de travessias nos Rios Imbuí e Paquequer, a construção de barragem no Rio Príncipe e a dragagem e canalização do Rio Meudon. O investimento previsto é de R$ 165,2 milhões e o projeto está aguardando aprovação da Caixa Econômica Federal para liberação de recursos.

O Inea já realizou obras de dragagem e implantação de seção nos Rios Príncipe, Imbuí e Paquequer, com investimento total de R$ 142,7 milhões, dentro do programa de recuperação ambiental dos locais atingidos pelas enchentes de 2011.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Detran RJ leiloa 450 veículos na semana que vem

Detran RJ leiloa 450 veículos na semana que vem
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 25 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Detran leiloa 450 veículos na semana que vem

O Detran vai leiloar, na segunda-feira (29/6) e na terça-feira (30/6), 450 veículos apreendidos que estão acautelados em seus depósitos.

O certame terá início às 10h, tanto presencialmente, no auditório do Cadeg (Rua Capitão Felix, 110, sobreloja, Benfica), como pela internet, no site www.brbid.com.br. Os lances serão aceitos igualmente.

Os interessados podem visitar os pátios do Detran para conferir o estado dos veículos, das 9h às 17h, até amanhã. Os carros estão disponíveis para visitação em Duque de Caxias, Curicica, Niterói, Campo Grande e Santa Cruz da Serra. Não é preciso agendar o atendimento.

Fiscalização em Nova Friburgo

O Detran iniciou ontem uma série de operações de fiscalização contra veículos que estejam circulando sem o licenciamento anual obrigatório em Nova Friburgo. Hoje, os agentes continuarão a operar em vias do mesmo município.

De manhã, os agentes atuaram na Avenida Júlio Arp e na Avenida Euterpe Friburguense, em frente à fábrica da Arp. Os carros retidos foram rebocados para o recém-inaugurado pátio do Detran, na Rodovia RJ-130, centro de Nova Friburgo.

Os veículos apreendidos terão que quitar débitos de multas e IPVA, além do reboque e diárias.

Crédito de foto: Marcelo Horn
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Programação para o recolhimento de embalagens de agrotóxicos em Teresópolis

Jovens alunos da Faetec terão oportunidade de trabalhar nos Jogos Olímpicos

Programa Lidera Rio 2015 é lançado em Friburgo

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Sebrae - A importância da gestão no cenário atual - Prêmio MPE Brasil

Sebrae - A importância da gestão no cenário atual - Prêmio MPE Brasil
Empresário (a),

Participe do evento de divulgação do Prêmio MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, que visa promover o aumento da qualidade,

produtividade e competitividade das MPEs brasileiras, disseminando os conceitos e práticas de gestão, por meio de um processo de reconhecimento estadual e nacional.

Saiba como inscrever a sua empresa! EVENTO GRATUITO! VAGAS LIMITADAS!

Todos os participantes que preencherem o questionário de auto avaliação receberão uma avaliação da sua gestão e ficarão mais preparados para alcançar seus objetivos.

Para participar do evento em Teresópolis clique no link (vagas limitadas)

Tássia da Rocha Rosa
Coordenação da Região Serrana II
Sebrae - Teresópolis
Av. J. J. de Araújo Regadas, 108 Várzea
Teresópolis / RJ
CEP 25.953-040
Tel.: (21) 2643-4979 - (21) 2643-5484
E-mail: trosa@rj.sebrae.com.br

Estado inicia pagamento de indenizações em Petrópolis RJ

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 22 de junho de 2014
Núcleo de Imprensa

Estado inicia pagamento de indenizações em Petrópolis
Inédito no país, programa Morar Seguro realoca famílias residentes em áreas de risco

O Programa Morar Seguro, da Secretaria do Ambiente e do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), vai iniciar o pagamento de indenizações a famílias que residem em áreas de risco em Petrópolis, na Região Serrana. Os primeiros contemplados são 39 moradores da Rua Otto Reymarus, no bairro Lagoinha, que receberão um total de R$ 3,2 milhões.

O projeto, inédito no país, prevê, além do cadastramento e indenizações (os contemplados também podem optar pela compra assistida), a demolição das residências após a saída dos moradores e o reflorestamento das áreas de risco. Já foram cadastradas 272 famílias das cerca de 1 mil que deverão ser atendidas pelo programa.

A previsão é de que os primeiros pagamentos aconteçam em 30 dias, após o cumprimento dos trâmites na Caixa Econômica Federal. O programa conta com recursos de R$ 102 milhões, dos quais R$ 75 milhões do governo federal, e o restante de contrapartida do governo estadual.

O Inea foi selecionado para desenvolver o piloto do Morar Seguro devido à experiência em projetos semelhantes, como cadastramento e realocação de famílias que viviam em áreas de risco de inundação nas margens dos rios Iguaçu, Sarapuí e Botas, na Baixada Fluminense.

Na Região Serrana, as famílias atingidas pelas enchentes de 2011 também estão sendo atendidas pelo instituto, que cadastrou mais de 2,4 mil famílias, das quais 827 receberam indenizações que totalizaram R$ 48 milhões.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Alunos contam com biblioteca virtual para acessar acervo da Faetec RJ

Aluno Rômulo Reis
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 22 de junho de 2014
Núcleo de Imprensa

Alunos contam com biblioteca virtual para acessar acervo da Faetec
Estudantes podem obter conteúdos usando aparelhos celulares ou tablets

A Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) passou a oferecer aos seus alunos uma biblioteca virtual que permite acessar conteúdos acadêmicos e literários da instituição por meio de aparelhos celulares ou tablets. Para utilizar a plataforma – que necessita da instalação prévia de um aplicativo de leitor de QR Code (código de barras bidimensional) no equipamento eletrônico – basta aproximar o celular do conteúdo desejado que, em poucos segundos, o teor do material é transferido para o aparelho.

Nova geração

Todo o acervo da biblioteca virtual é exposto em um painel de QR Codes – localizado no espaço de convivência da unidade de Ensino Superior da Faetec, em Quintino –, que reúne as opções literárias de acordo com as áreas de conhecimento. São disponibilizadas obras de domínio público de diversos tipos, como artigos, best-sellers, revistas, documentários, material de Artes, Tecnologia da Informação e Computação Gráfica.

“A biblioteca virtual é um meio facilitador de levar informação até a nova geração de alunos e também vai ganhando espaço na rotina de quem era acostumado ao modelo tradicional de pegar livro emprestado”, disse o presidente da Faetec, Wagner Victer.

O aluno João Marcus de Lemos Fernandes, de 18 anos, elogiou a acessibilidade na busca por conteúdos promovida pela plataforma.

“A biblioteca virtual tem a vantagem de ser usada de qualquer lugar. E, diferente da física, não tem prazo para entrega de livro”.

Já o estudante Rômulo Tavares, de 21 anos, que colaborou na instalação do serviço, afirmou que, além de ajudar na complementação dos estudos, a iniciativa contribui para a preservação do ambiente.

“É uma ideia pioneira, que deveria ser implantada em todas as unidades de ensino. A biblioteca virtual não impede o aluno de utilizar a biblioteca física. É um ganho a mais, servindo de complemento, e ainda com a função de reduzir o uso de papel”, disse Rômulo.

Fundação participa de feira de Carnaval

A Faetec participou da 2ª edição da Carnavália/Sambacon, feira de negócios do Carnaval, realizada de 18 a 20 de junho, no Centro de Convenções Sul América, na Cidade Nova. A Fundação é a primeira escola pública da América Latina a oferecer cursos específicos para formação de mão de obra de trabalhadores do Carnaval.

“Para os alunos, é uma grande visita técnica. A formação pedagógica é enriquecida, e os contatos que fazemos na feira são muito importantes, pois os maiores fornecedores estão presentes neste evento”, disse Marcelo Reis, diretor da Escola de Artes Técnicas da Faetec (EAT).

O estande da Fundação contou com a presença de professores, coordenadores, alunos e ex-alunos.

Para a estudante Ana Lia, 33 anos, formada no curso de maquiagem, o treinamento é muito dinâmico.

“Colocamos a mão na massa. Temos muitas aulas experimentais e realmente aprendemos. Sou apaixonada por maquiagem, e vi no curso a possibilidade de ganhar um extra fazendo o que gosto”, afirmou Ana.

Mercado de trabalho

De acordo com o presidente da Faetec, Wagner Victer, a importância da feira para a Fundação, outros expositores, visitantes e consumidores é possibilitar novos contatos e negócios, além de proporcionar relacionamento entre todos os envolvidos, visando também à ampliação de contatos para trabalho no Carnaval.

Ilton Fernando, de 42 anos, aluno do curso da Faetec de Assistente de Produção Cultural, recebeu uma proposta para trabalhar em uma empresa na sua área.

“O aluno se forma e a Faetec continua dando suporte para o ingresso no mercado de trabalho”, afirmou Ilton.

Ao todo participaram da feira 60 setores produtivos envolvidos na cadeia produtiva do Carnaval, como comércio, hotelaria e serviços.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Faetec RJ oferece curso gratuito de redes sociais para idosos

Faetec RJ oferece curso gratuito de redes sociais para idosos
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 19 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Faetec oferece curso gratuito de redes sociais para idosos
Oficina é uma forma de incluir os mais velhos no mundo virtual

Um grupo de idosos está aprendendo a acessar e-mail, Facebook, Whatsapp e outras ferramentas pelo celular, em aulas no Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Cetep), da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), na Ilha do Governador. O objetivo do projeto Melhor Idade Antenada é incluir digitalmente pessoas com mais de 55 anos para que possam se relacionar nas redes sociais on-line.

Vinculado à Secretaria de Ciência e Tecnologia, o Cetep oferece aulas sobre redes sociais às terças-feiras, das 17h às 18h, para uma média de 15 alunos. Inicialmente, a oficina terá duração de oito horas e poderá ser estendida, de acordo com as necessidades da turma.

“Queremos inserir as pessoas mais velhas neste processo de inclusão digital, que é parte integrante da Faetec. Houve, inclusive, uma preocupação em relação ao atendimento e solução das dificuldades em acessar, por exemplo, as redes sociais. Durante o curso, eles aprenderão a abrir e utilizar uma conta de e-mail, acessar o Instagram e o Whatsapp”, disse o presidente da Faetec, Wagner Victer.

Segundo a coordenadora do Cetep, Isabel Cristina Moreira, a maioria dos alunos não tinha contato com computador desktop ou com internet.

“A maioria é leiga no uso de redes sociais e tem grande necessidade de inserção no meio digital. Muitos pediam ajuda do professor de Informática para usar o aparelho novo e com as aulas conseguem vencer essa barreira. Outro benefício é que, durante o curso, eles formam um grupo de convivência”, afirmou Isabel Cristina.

Durante as aulas, a turma vai aprender a usar corretamente as funcionalidades de smartphones, digitação de textos e mensagens e técnicas para fazer compras seguras pela internet, além de noções básicas de redes sociais e internet.

“As famílias muitas vezes não têm paciência para repetir quando eles esquecem um comando, e o idoso acaba ficando à margem da sociedade digital. Aqui eles vão ganhar autonomia. No fim do curso, vou criar um grupo no Whatsapp para que continuem exercitando e mantenham contato”, explicou o professor Bruno Aranda.

Alunos aprovam

Há um ano, a professora de alfabetização de adultos Maria do Céu Lima, de 66 anos, começou a fazer cursos de Informática para que seus alunos não se tornassem analfabetos digitais. No entanto, quando ganhou o celular da filha, percebeu que não sabia usar o equipamento e resolveu participar da oficina.

“Não sabia nada desse celular, só usava para fazer ligação. Até o contato com a minha filha, que é missionária, era difícil: ela mandava e-mail para o vizinho quando queria falar comigo. Agora, poderei me comunicar com ela pelo e-mail no meu celular”, disse Maria do Céu.

A doméstica Maria Angela de Oliveira, de 59 anos, contou que, apesar das poucas aulas, já consegue acionar algumas ferramentas sozinhas.

“Em casa, ninguém tinha paciência para me explicar e eu ficava com medo de apertar alguma coisa errada e estragar o aparelho. Com as aulas, fiquei curiosa e até já consegui achar músicas. É muito bom vir e conhecer pessoas com as mesmas dificuldades que eu tinha”, afirmou Maria Angela.

Foto: Marcelo Horm
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Secretário Nilo Sergio Felix recebe homenagem em Festival de Turismo

Reunião extraordinária do COMDEMA dia 23/06/15

Ensino integral chegará a 36 escolas em 2016 no estado do Rio

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Teresópolis recebe o Circuito Tela Verde do Ministério do Meio Ambiente

Prefeitura de Teresópolis consegue expansão de telefonia celular para o interior

Agentes retiraram 53 ônibus de circulação e aplicaram oito multas em ação realizada na Região Serrana

Rio é destaque em festival de turismo

Faetec investe em programas de estágio em diversas áreas

Rio tem o menor índice de homicídios dolosos no mês de maio dos últimos 24 anos

Festival de turismo vai reunir mais de seis mil profissionais em Foz do Iguaçu

Eco Arraiá do Sesc Teresópolis é neste fim de semana

Vitor Belfort visita o Hospital Estadual da Criança no Rio

Comando de Policiamento Ambiental comemora três anos

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Linha Verde completa um ano com quase 9 mil denúncias

Linha Verde completa um ano com quase 9 mil denúncias. Canal exclusivo para o combate aos crimes ambientais agiliza atendimentos no estado
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 15 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Linha Verde completa um ano com quase 9 mil denúncias
Canal exclusivo para o combate aos crimes ambientais agiliza atendimentos no estado

Com um ano de funcionamento, a Linha Verde já recebeu quase 9 mil denúncias anônimas sobre crimes ambientais, por meio do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local). Somente nos primeiros cinco meses deste ano foram 4.050 ligações sobre maus-tratos contra animais, extração irregular de solo e árvores, guarda e comércio de animais silvestres e desmatamento florestal em todo o estado.

O projeto nasceu pela parceria do Disque Denúncia com a Secretaria do Ambiente e o Comando de Polícia Ambiental (CPAm), da Polícia Militar. A partir das informações recebidas pela Linha Verde neste primeiro ano de funcionamento, o CPAm e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente resgataram de cativeiro cerca de mil pássaros silvestres, além de coibirem crimes como queimadas, caça ilegal, extração irregular e poluição do ar.

Para conscientizar a população sobre a importância da preservação da natureza e a gravidade dos crimes ambientais, a coordenadora do Disque Denúncia, Adriana Nunes, tem percorrido municípios do interior com campanhas, palestras e capacitações. O objetivo é fazer com que os moradores conheçam e denunciem os atos ilícitos ao Linha Verde.

“Muitos crimes ambientais estão associados à atividade econômica, por isso temos percorrido as cidades para orientar a população”, disse Adriana.

Cerca de 40% das denúncias são referentes ao crime de maus-tratos contra animais. Em 2015, a equipe da Linha Verde identificou crescimento de ligações sobre comércio ilegal e captação irregular de água por meio da perfuração de poços artesianos.

Mais da metade das denúncias são feitas pela população da capital. Na Região Metropolitana, grande parte das ligações é sobre descarte irregular de lixo atrelada à poluição da água. Na Região dos Lagos, ocupação irregular e extração de areia são as mais comuns. Já na Costa Verde, desmatamento e ocupação irregular são os principais crimes ambientais.

Foto: Marcelo Horn
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Professor ganha bolsa de estudos no Japão

Professor Anderson dos Santos Sipriano  ganha bolsa de estudos no Japão
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 15 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Professor ganha bolsa de estudos no Japão

O professor Anderson dos Santos Sipriano, que leciona Língua Inglesa no Colégio Estadual Maria Zulmira Torres, em Paraíba do Sul, foi aprovado para a bolsa de estudo Treinamento de Professores, oferecida pelo Ministério de Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do governo japonês. A bolsa é oferecida para educadores do Ensino Médio e Fundamental e tem o objetivo de incentivar a realização de pesquisas nas áreas relacionadas à Educação.

O professor passará um ano e meio (de outubro de 2015 a março de 2017) como pesquisador na área de Metodologia de Ensino da Língua Inglesa em uma universidade do Japão. Além disso, o docente terá a oportunidade de realizar um curso de japonês nos primeiros seis meses do programa, oferecido pelo governo daquele pais.

Qualificação

Durante a realização do curso, o educador poderá visitar escolas e acompanhar como é o ensino e a aprendizagem de uma língua estrangeira nas unidades. A ideia é adquirir conhecimentos para aplicação em escolas do Brasil.

“Estou muito animado e ansioso com esta oportunidade. Sei que não será fácil pelas dificuldades da língua e por ser uma cultura tão diferente da nossa, mas espero me adaptar rápido e aprender novas metodologias que ajudem a melhorar o nosso ensino”, disse Anderson.

O docente já teve a oportunidade de realizar outro intercâmbio em 2013 na Universidade da Carolina do Norte em Charlotte, nos Estados Unidos. Ele acredita que dar continuidade aos estudos é importante para o seu futuro.

“Estudar no exterior me ajudou a aprimorar meus métodos de ensino e a ser um professor facilitador em sala de aula. Ao retornar ao Brasil, espero despertar em cada aluno um interesse maior pelo aprendizado de uma língua estrangeira, mostrando que é possível aprender de uma forma divertida e prática”, afirmou o docente.

Foto: Divulgação
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Jovem atleta é promessa para os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro

Flávia Saraiva é promessa para os Jogos Olímpicos de 2016
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 15 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Jovem atleta é promessa para os Jogos Olímpicos de 2016
Flávia Saraiva conta com apoio do Estado para representar o Brasil na competição

Uma das 15 atletas do Talentos RJ, projeto que recebe apoio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, por intermédio da Lei de Incentivo ao Esporte, Flávia Saraiva é promessa para os Jogos Olímpicos de 2016. A grande incentivadora da carreira da jovem é a ex-ginasta Georgette Vidor, que mantém um projeto de ginástica artística em Três Rios, na Região Centro-Sul Fluminense. Aos 15 anos, ela fez este ano a estreia na categoria adulto.

Foi a atual coordenadora da Confederação Brasileira de Ginástica que levou Flávia para morar na cidade durante três anos, de 2012 a 2014. Durante este período, a adolescente foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para participar dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Nanjing, na China, no ano passado. Ela ganhou uma medalha de ouro no solo, além de duas de prata (trave e individual geral).

“Tivemos contato com vários atletas de muitos países e modalidades. Realmente, não esperava conquistar as três medalhas. Mas foi resultado de muito treino e foco. Ouvir o hino nacional brasileiro é inexplicável. É muita emoção!”, disse Flávia.

O ano que antecede os Jogos Olímpicos do Rio será agitado para a jovem. Duas competições servirão de teste para as Olimpíadas: o Pan-Americano, em Toronto, no Canadá, em julho, e o Mundial de Ginástica, em outubro.

“A ginástica brasileira está treinando muito para conseguir uma vaga. Meu sonho é estar em 2016 e ganhar uma medalha para o Brasil”, afirmou Flávia.

A rotina da atleta não é comum para uma menina da idade dela. São cerca de quatro a cinco horas de treinamentos diários. No intervalo, ela se dedica à escola, que hoje é feita a distância.

“Acordo cedo, umas 6 horas da manhã. Como estou morando perto do Centro de Treinamento, aqui na Barra, chego rápido. Treino das 8h às 12h e, em seguida, faço fisioterapia. Almoço e estudo aqui mesmo, pois agora curso o ensino a distância. Volto a treinar às 16h30 para novamente finalizar com a fisioterapia, por volta das 20 horas. É bastante treinamento mesmo, tanto que, às vezes, treinamos até nos fins de semana. Nas horas vagas, gosto de ir ao shopping, ficar no celular, ir para a piscina e conversar com minhas amigas”, explicou a atleta.

De acordo com o técnico de Flávia, Alexandre Carvalho, de 32 anos, a ginasta teve um desempenho positivo na categoria juvenil e, agora, tem grandes chances no adulto.

“Ela tem um longo caminho pela frente. Buscamos estar nas finais dos campeonatos. Medalhas são consequências de um bom trabalho. O grande diferencial da Flávia é que ela é focada. É a primeira a chegar e a última a sair”, disse Alexandre.

Foto: Rogério Santana
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Estado do Rio investe na construção de moradias populares

Estado do Rio investe na construção de moradias populares
Rio de Janeiro, 15 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Estado investe na construção de moradias populares
Mais de um milhão de pessoas foram beneficiadas com novas habitações

As políticas de habitação implementadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Habitação em parceria com as secretarias de Obras e Ambiente, já atenderam a mais de um milhão de pessoas. As famílias foram beneficiadas com construções de novas moradias, recuperação de conjuntos habitacionais, intervenções de infraestrutura e legalização de imóveis. Com novas intervenções contratadas e iniciadas, mais famílias serão contempladas no estado.

Entre 2007 e 2014, o Estado entregou, por meio do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, 102.905 mil unidades habitacionais no Rio de Janeiro. Destas, 87.355 receberam recursos da União e 15.550 foram construídas com investimentos estaduais, beneficiando mais de 420 mil pessoas. Outras 212 mil unidades do programa federal já foram contratadas e 2.745 moradias populares estão sendo construídas com recursos do Estado.

A reforma de edificações também é prioridade. Mais 19 conjuntos habitacionais – que representam investimento de R$ 43 milhões e vão beneficiar mais de 30 mil pessoas – serão restaurados no segundo semestre alcançando a marca de 143 condomínios populares preservados. O processamento da titulação de posse de imóveis chega a 140 mil documentos.

Obras de infraestrutura somam R$ 244 milhões

Já em relação às obras de infraestrutura, a Secretaria de Habitação aplicou nos últimos quatro anos R$ 244 milhões em urbanização, beneficiando aproximadamente 225 mil pessoas. A previsão é de que mais cinco comunidades da Região Metropolitana e do interior fluminense recebam obras.

“Temos a responsabilidade de recuperar 30 anos de ausência de aplicações públicas no setor e avançar nos próximos anos. Estamos trabalhando intensamente para garantir melhores condições de vida para milhares de famílias”, disse o secretário de Habitação, Bernardo Rossi.

Além dos investimentos em novas moradias, na recuperação de antigos conjuntos habitacionais, na urbanização de comunidades carentes e na legalização de imóveis, o Estado investiu entre os anos de 2007 e 2014 mais de R$ 50 milhões em indenizações de 872 famílias que viviam em área de risco e receberam valores para adquirir novas casas. Outras 552 famílias ainda serão indenizadas com recursos no valor de R$ 39 milhões.

Fotos: Rogério Santana e Clarice Castro
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Inscrições abertas para o Mestrado em Ciência e Tecnologia de Materiais da UEZO RJ

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 13 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Inscrições abertas para o Mestrado em Ciência e Tecnologia de Materiais da UEZO

Estão abertas, até 8 de julho, as inscrições para o Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia de Materiais da Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO). O curso possui 360 horas de atividades de pesquisa experimental e teórica, em duas linhas de pesquisa (Desenvolvimento e Caracterização de Materiais Metálicos e Desenvolvimento e Caracterização de Materiais Não Metálicos), e se destina a profissionais das áreas de Ciências Exatas, Engenharia e Matemática.

O programa conta com o apoio do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), que cede suas dependências e laboratórios para realização de aulas.

Para acessar o edital, fazer sua inscrição ou saber mais detalhes, acesse


Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Teresópolis convoca XI Conferência de Assistência Social

TERESOPOLIS
Teresópolis convoca XI Conferência de Assistência Social
Inscrições podem ser feitas até 8 de julho

Teresópolis, 12 de junho de 2015 – Publicado em Diário Oficial em 2 de junho, o Decreto Municipal 4.669/2015 convoca para o dia 11 de julho a XI Conferência Municipal de Assistência Social. Com o tema ‘Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026’, o evento vai reunir usuários, profissionais da área, representantes da sociedade civil e do poder público para avaliar e propor diretrizes visando a implementação da política do setor no município. A realização é do Conselho Municipal de Assistência Social e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 8 de julho, de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 17h30, no Espaço Cidadão (R. Nilza Chiapeta Fadigas, 190/2º andar, Várzea). Os interessados em participar do evento, e que não possuem registro no Conselho Municipal de Assistência Social, devem apresentar original e cópia dos seguintes documentos: CNPJ atualizado, com Fórum e sede no Município de Teresópolis; ata de posse da última diretoria eleita, devidamente registrada em Cartório, e ofício de representante legal indicado pela Instituição a Delegado - titular e suplente. Já os inscritos no Conselho preencherão formulário próprio de inscrição.

Serão permitidas as inscrições de até dois delegados, titular e suplente, com comprovada atuação na rede socioassistencial pública ou privada do Sistema Único de Assistência Social no Município. Além disso, cada instituição não inscrita no Conselho poderá apresentar dois trabalhadores da área como delegados.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 2641-4617 ou pelo e-mail secretexecutivacmasteresopolis@gmail.com.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

sábado, 13 de junho de 2015

Moradores da Posse em Teresópolis questionam que limpeza feita pelo INEA não é feita em toda extensão do Rio Príncipe

Área ainda abandonada do Rio Príncipe (entrada da Est. Clube do Lago Posse Teresópolis RJ)
Teresópolis,12 de junho de 2015. Moradores da Posse em Teresópolis RJ aguardam as esperadas obras do Parque Fluvial na Posse e suas represas,também  questionam demora na execução  e clareza do projeto. Essa semana equipe do "INEA" fez uma limpeza na área,depois de tantas reclamações,mais áreas foram simplesmente esquecidas. Moradores procuraram nossa equipe para obter respostas e porque sua área não foi limpa.Morador local mostrou a nossa equipe a área entre a igrejinha de São Sebastião e antiga pousada Pedra do Sino que além de não ser limpa encontra-se pedras soltas na areia,mais que outras áreas acima foram limpas. "Parece uma maquiagem!".

Eles questionam que os trechos mais visiveis são feitos e outros são ignorados. Pedem ajuda e divulgação do problema. A AMAPOSSE (Associação de Moradores e amigos da Posse) já tentou por várias vezes diálogo com os representantes do INEA e da DIMENSIONAL ENG. (empresa contratada pelo INEA para execução das obras) ;não obtendo resposta até o momento.
Área próxima ao local da construção do Parque Fluvial pelo INEA na Posse em Teresópolis RJ
Nota-se limpeza nesta área da Posse em Teresópolis RJ
Muitas  obras  foram realizadas depois da tragédia de 12 de janeiro de 2011 ,porém,nota-se que diversos trechos de contenção não foram feitos com muros pré-moldados e gabião em toda extensão do rio Príncipe.Alguns até citam o afunilamento em pontes ou condomínios.  Reclamam da discriminação sofrida por alguns por parte do órgão competente. Querem melhorias em toda extensão e inclusão social. 
Área próxima ao Campo Grande também limpa pelo INEA
Limpeza próxima as pontes
Canal de escoamento limpo pela metade dentro do Parque Fluvial da Posse


Conferência debate efeitos da economia e da tecnologia, em Teresópolis

Conferência debate efeitos da economia e da tecnologia, em Teresópolis
Conferência debate efeitos da economia e da tecnologia, em Teresópolis

Teresópolis recebe na próxima quinta-feira (18), às 19h, a conferência “Macro e micro competitividade – efeitos da economia, política e tecnologia sobre as micro e pequenas empresas”, promovida pelo Sebrae/RJ. O encontro será na Associação Comercial Industrial e Agrícola de Teresópolis (Aciat), na Av. José Joaquim de Araújo Regadas, 142, organizado por meio do programa Sebrae Inteligência Setorial (www.sebraeinteligenciasetorial.com.br).

Além de Teresópolis, as conferências serão realizadas em outros 14 municípios do interior do estado do Rio de Janeiro até o fim do ano. Na véspera, dia 17, às 19h, a conferência será realizada no Sebrae de Petrópolis. Em três módulos – econômico (câmbio e inflação), político (legislação) e tecnológico (novas tecnologias) –, a conferência será ministrada pelo economista e consultor de empresas Augusto Franco, ex-dirigente do Sistema Firjan. Ele abordará o impacto (positivo e negativo) de informações estratégicas sobre micro e pequenos negócios.

O objetivo também é apresentar o portal Sebrae Inteligência Setorial aos empresários de micro e pequenas empresas como uma fonte de informação. O programa monitora e oferece gratuitamente informações estratégicas validadas por especialistas sobre os setores de moda, turismo, construção civil, petróleo & gás e alimentos.

Segundo Franco, o excesso de informações e a falta de critérios de seleção de conteúdos podem ser um risco para a estratégica de crescimento dos negócios. “Antigamente a maior dificuldade do mercado era a falta de informação, que provocava incertezas e aumentava a probabilidade de erro na gestão de qualquer empreendimento. Hoje temos um cenário oposto e um novo desafio: a falta capacidade de processamento de tanta informação, principalmente nos pequenos negócios”, afirma.

O consultor diz que o empresário precisa saber identificar conteúdos que realmente impactem em seu negócio e as fontes de credibilidade. “É fundamental se orientar por meio de informações relevantes e de qualidade. O empresário precisa estar atento às fontes oficiais e especializadas sobre o mercado em que ele atua. A tipicidade do seu mercado pode fazer com que o câmbio, por exemplo, tenha mais ou menos impacto no seu negócio.”

Fonte:Renato Guima / assessoria de imprensa do Sebrae/RJ

Programa Rio Rural incentiva agricultura sustentável

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 12 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Programa Rio Rural incentiva agricultura sustentável
Investimento de R$ 27,5 milhões beneficia mais de cinco mil famílias no estado

Agricultores de todas as regiões do estado colhem os resultados de um trabalho diário para conciliar a produção de alimentos e o uso sustentável dos recursos naturais. O Rio Rural, programa da Secretaria de Agricultura para o desenvolvimento sustentável, já beneficiou 5.240 famílias de agricultores fluminenses com 7.776 projetos, totalizando investimento de R$ 27,5 milhões.

As mais de 100 práticas incentivadas pelo programa – como proteção de nascentes e matas ciliares, sistema de pastoreio rotacionado e cultivo agroecológico – vem contribuindo para o aumento da produtividade e renda no campo e fazendo do produtor um agente de transformação da relação com o meio ambiente.

Cultivo

Produtor de café na microbacia Córrego do Lambari, em Bom Jesus do Itabapoana, Celismar Pereira é um deles. Beneficiado com o projeto coletivo, o agricultor recebeu, juntou com outros sete produtores, R$ 27,2 mil para a aquisição de um secador de grãos.“O equipamento trouxe ganhos significativos de tempo e qualidade. No bolso, chega a representar até R$ 120 a mais por saca de café, ou cerca de 30% de valor agregado. O mesmo café que levava 25 dias para secar ao sol, com o secador leva 30 horas”, afirmou o agricultor, que também recebeu recursos para projetos de criação de galinha caipira, canais de contenção e aquisição de microtrator.

O secretário executivo do Rio Rural, Nelson Teixeira, explica que todas as práticas são decididas de forma participativa nas comunidades rurais das microbacias atendidas. Os recursos financeiros vão diretamente para os agricultores. Além dos incentivos financeiros para os produtores, o Rio Rural também executa ações estruturantes para saneamento e mobilidade rural.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

DER investe em melhorias em estradas do estado do Rio

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 12 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

DER investe em melhorias em estradas

O Governo do Estado concluirá, ainda no primeiro semestre deste ano, as obras de melhoria na rodovia RJ-131, no trecho que percorre o município de Levy Gasparian, no Sul Fluminense.

Executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), as intervenções de recuperação já estão em fase de acabamento e abrangem 5,9 quilômetros da via, em um segmento conhecido como Estrada União e Indústria. A ação estadual inclui obras de pavimentação do acostamento, drenagem, iluminação, contenção de encosta e a implantação de uma ciclovia, que aumentará a segurança de ciclistas na estrada. Além disso, já foi instalado um novo ponto de parada de ônibus na via, facilitando o deslocamento de moradores locais.

Com investimento de R$ 8 milhões, a expectativa é de que o empreendimento beneficie cerca de 10 mil pessoas. Para realizar a obra, que gerou 25 empregos diretos na região, o DER-RJ contou com o suporte de amplo maquinário, como retroescavadeiras, rolos-compressores e caminhões de massa.

A RJ-131 é uma rodovia estadual dividida em dois trechos: o primeiro tem 19 quilômetros de extensão e liga o município de Vassouras a Paraíba do Sul. O segundo faz a junção entre a Rodovia Lúcio Meira (BR-393), na altura de Três Rios, até a BR-040, em Comendador Levy Gasparian, em uma extensão de 14 quilômetros.

- A RJ-131 é um importante corredor de ligação entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A recuperação do trecho conhecido como Estrada União Indústria vai facilitar também o acesso direto entre os municípios de Três Rios e Comendador Levy Gasparian. Com a implantação do acostamento, aumentaremos a segurança e trafegabilidade da via, sem falar na ciclovia, que será uma nova opção de lazer aos moradores - explica o presidente do DER-RJ, Ângelo Monteiro.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Zeca Pagodinho, Kleiton e Kledir, Antonio Fagundes, Tapetes Contadores de Histórias, Focus Cia de Dança, Jorge Salomão e Hermínio Belo de Carvalho são algumas das atrações do Festival Sesc de Inverno 2015

SESC RIO - Festival Sesc de Inverno 2015
Zeca Pagodinho, Kleiton e Kledir, Antonio Fagundes, Tapetes Contadores de Histórias, Focus Cia de Dança, Jorge Salomão e Hermínio Belo de Carvalho são algumas das atrações do Festival Sesc de Inverno 2015

Festival do Sesc terá música, teatro, dança, literatura, cinema e artes visuais em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo

A próxima edição do Festival Sesc de Inverno vai acontecer de 24 de julho a 2 de agosto de 2015 na Região Serrana fluminense com grandes atrações do cenário artístico nacional – haverá convidados de vários estados do Brasil. Performances, exposições, eventos literários, dança, teatro, música e diversas outras linguagens vão aquecer o público nos palcos do Sesc Quitandinha, Sesc Teresópolis, Sesc Nova Friburgo, Sesc Nogueira e em diversos espaços públicos, como praças, quadras e parques. Entre as atrações, nomes como Zeca Pagodinho, Emicida, Antonio Fagundes, Rio Maracatu, Wagner Tiso e Tunai, Kleiton e Kledir, Cia Amok de Teatro, Tapetes Contadores de Histórias, Focus Cia de Dança, Jorge Salomão, Hermínio Belo de Carvalho, entre muitos outros. 

Serão dez dias consecutivos de festa, incluindo dois fins de semana, com música, teatro, dança, literatura, cinema, artes visuais, workshops, lançamentos de livros, palestras, seminários ocupações, intervenções e oficinas, oferecendo ao associado Sesc e ao público em geral uma programação de qualidade, com 80% de atrações gratuitas. As demais terão preços populares. As atividades têm apoio das prefeituras locais e serão realizadas em diversas localidades para aproximar e oferecer cultura ao público de vários pontos de cada município.

SERVIÇO

Festival Sesc de Inverno
De 24/7 a 2/8/2015

Música, teatro, dança, literatura, cinema, artes visuais, oficinas, workshops, intervenções e muito mais.

Em Petrópolis, Itaipava, Nogueira, Teresópolis e Nova Friburgo – nas unidades do Sesc Rio na Região Serrana e em diversos espaços públicos, como praças, parques e ruas.

80% da programação com entrada franca.

Em breve, a programação completa e detalhada em cada cidade poderá ser conferida no site www.sescrio.org.br

Fonte:Wando Soares - Assessoria de Imprensa Sesc Rio

Teresópolis realizará em julho a 12ª Conferência de Saúde. Inscrições serão feitas de 15 a 26 de junho

TERESOPOLIS
Teresópolis realizará em julho a 12ª Conferência de Saúde
Inscrições serão feitas de 15 a 26 de junho

Teresópolis, 11 de junho de 2015 – Tendo como tema “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas – Direito do Povo Teresopolitano”, a 12ª edição da Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 10, 11 e 12 de julho, no auditório do Unifeso – Centro Universitário Serra dos Órgãos (Av. Alberto Torres, 111, Alto).

Com organização do Conselho Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, o evento tem como objetivos avaliar a situação do setor, propor condições de acesso e acolhimento, definir diretrizes e prioridades para as políticas de saúde e fortalecer o controle social no sistema.

Usuários, profissionais de saúde e prestadores de serviço público e privado poderão se inscrever no período de 15 a 26 de junho, de segunda a sexta, das 9h às 12h e de 13h30 às 16h, na sala do Conselho de Saúde, que funciona na sede da Secretaria de Saúde (R. Júlio Rosa, 366, Tijuca). O telefone para informações é (21) 2641-4569.

No caso de representante de entidade, o interessado deverá apresentar original e cópia dos seguintes documentos: estatuto ativo registrado em cartório, ata da posse registrada em cartório, comprovante de endereço, comprovante do CNPJ ativo e indicação de representante, com o comprovante de endereço da pessoa indicada. Já os observadores, que são pessoas interessadas na questão de saúde do município e que não são vinculadas a entidades, deverão apresentar, para se inscrever, o original de um documento de identidade, CPF e comprovante de residência.

Durante a Etapa Municipal será apresentado, para avaliação, o relatório da Pré-conferência Municipal de Saúde, realizada no dia 11 de abril. O documento servirá de base para a elaboração do Plano Municipal de Saúde 2015-2019, que aponta prioridades, planeja ações e define datas de execução para melhorar a saúde no município.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Peppa Pig neste domingo em Teresópolis

Peppa Pig neste domingo em Teresópolis
Peppa Pig neste domingo em Teresópolis

Teresópolis, 11 de junho de 2015 - Neste domingo, dia 14 de junho, a garotada tem programação certa com o espetáculo de teatro infantil Peppa Pig. Com produção da Múltipla Cultural e apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, a encenação será realizada na Casa de Portugal de Teresópolis, às 17h, e promete agradar em cheio o público infantil.

Sucesso absoluto no universo das crianças, principalmente as menores, a peça é baseada na animação britânica Peppa Pig, criada por Neville Astley e Mark Baker e distribuída pelo canal fechado Discovery Kids no Brasil. Fenômeno de comunicação, Peppa é uma porquinha de quatro anos de idade, que gosta de brincar na sua casa de bonecas. Mas, seu passatempo predileto é pular nas poças de lama em companhia de seu irmãozinho George.

Com duração de 50 minutos, a adaptação para o teatro mostra como algumas atividades podem ser divertidas, a exemplo de tomar banho depois de brincar de bola no quintal, ler histórias antes de dormir e até mesmo reciclar o lixo. As aventuras e brincadeiras de Peppa com George, Mamãe Pig e Papai Pig sempre terminam com muitas gargalhadas.

“Uma verdadeira sensação atual do mundo infantil, a porquinha Peppa é conhecida até pelos adultos, sempre aprovada por ensinar bons hábitos às crianças. Seguindo esta mesma trajetória, o espetáculo teatral com certeza vai agradar a garotada, sendo uma ótima opção para o fim de semana. Vale a pena conferir”, comenta o secretário de Cultura, Ronaldo Fialho.

Os ingressos custam entre R$ 20 e R$ 40 e podem ser adquiridos na secretaria da Casa de Portugal (Avenida Lúcio Meira, 850), na Pat Raquel Video Locadora (Avenida Oliveira Botelho, 47 - Alto) e na Vogue Calçados (Calçada da Fama, 98 – Centro). Ingressos promocionais com desconto também podem ser encontrados no site www.boadaserra.com.br. Mais informações: 2742-1505.

Texto: Geórgia Jahara
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Câmara Municipal de Teresópolis recebe pedido de Comissão Processante contra prefeito Arlei Rosa

Câmara Municipal de Teresópolis recebe pedido de Comissão Processante contra prefeito Arlei Rosa
Câmara Municipal de Teresópolis recebe pedido de Comissão Processante contra prefeito Arlei Rosa

Na Sessão Ordinária desta quinta-feira, 11.06, a Câmara Municipal de Teresópolis recebeu o pedido de uma Comissão Processante. Tendo em vista que o documento foi protocolado depois do início da Sessão, em conformidade ao Decreto Lei 201/67, a leitura do pedido será feita na próxima Sessão Ordinária, terça-feira, 16.06, quando o Plenário decidirá pelo recebimento ou não da denúncia.

Presidente do Tereprev convocada para o dia 18.06

A presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis (Tereprev), Rozane Barbosa, compareceu à Câmara para informar sobre o acordo com o Executivo para o pagamento dos servidores inativos. Rozane Barbosa havia protocolado um documento na Casa Legislativa relatando atraso no pagamento do mês de abril dos valores relativos à contribuição dos servidores inativos.

A Mesa Diretora decidiu reconvocar a presidente do Tereprev, Rozane Barbosa, para a Sessão Ordinária na próxima quinta-feira, 18.06. Ela havia sido chamada no dia 30 de outubro último, mas não compareceu devido a um compromisso agendado previamente na mesma data, conforme foi justificado com documentos. Em decisão deliberada pelo Plenário, Rozane Barbosa foi convocada para prestar informações sobre a Tereprev.

Servidores Municipais pedem uma reunião com o prefeito

Após a Sessão Ordinária, servidores municipais de diversas áreas se reuniram com os vereadores Dr. Antônio Francisco (PP), Dr. Carlão (PMDB), Cláudio Mello (PT), Fabinho Filé (PMDB), José Carlos da Estufa (PSDC), o presidente da Câmara, Maurício Lopes (PSL) e DaPonte (PSDB) e pediram intermediação para agendar reunião com o prefeito Arlei Rosa.

Fonte:Câmara Municipal de Teresópolis

Volta Redonda RJ exporta talentos do badminton

Volta Redonda RJ exporta talentos do badminton
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 11 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Volta Redonda exporta talentos do badminton

Modalidade, que integra o programa estadual Esporte RJ, revela nova geração de atletas no interior

A 128 quilômetros do Rio de Janeiro, na cidade de Volta Redonda, no Médio Paraíba, um esporte está se tornando popular entre os moradores. O badminton, que nasceu na Inglaterra, é praticado individualmente ou em duplas, em uma quadra dividida por uma rede, e tem por objetivo bater com uma raquete em uma peteca o maior número de vezes possível, sem deixá-la cair no chão. A modalidade, que é olímpica desde os Jogos de Barcelona (1992), faz parte do Esporte RJ, projeto da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude.

Oito atletas do grupo da cidade fluminense integram a seleção brasileira júnior e participaram, no ano passado, do campeonato Sul-Americano da modalidade, realizado em Santo André, São Paulo. O feito teve resultados positivos: foram duas medalhas de bronze nas categorias sub 17 e sub 15, o que levou a equipe a ficar no topo e terminar 2014 em primeiro lugar no ranking estadual.

De acordo com Andrea Giovanna Rodrigues, uma das professoras e técnicas da equipe, o esporte pode ser considerado completo.

- O badminton consegue trabalhar a disciplina, a solidariedade, o ganhar e o perder - disse Andrea.

A dupla Thiago Gomes e Lucas Firmiano, ambos de 16 anos, é a detentora de um dos bronzes conquistados no Sul-Americano. Eles são os atuais líderes dos rankings estadual e nacional.

- Precisamos treinar ainda mais, pois queremos chegar à seleção principal de badminton - afirmou Lucas.

Larissa de Assis, de 13 anos, conquistou o ouro no Sul-Americano, realizado na Colômbia, em 2010.

- No começo, achei difícil. Agora, peguei a forma como se joga - explicou a jovem.

Thaís Ferreira Eloi, de 15 anos, também desconhecia o badminton. 

- Logo me identifiquei com o esporte. Por meio das competições, a gente conhece mais praticantes - disse Thaís, que integra o projeto Bolsa-Atleta, do governo federal.

Fotos: Rogério Santana
Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Biblioteca Parque Estadual do Rio abre estúdio a frequentadores

Governo do Estado do Rio concede licença ambiental para a TransOceânica

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Rodovias do Rio receberão R$ 4,8 bi em melhorias

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 10 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Rodovias do Rio receberão R$ 4,8 bi em melhorias
Ampliações da Dutra, BR-101 Norte e Rodovia do Aço começam este ano

O secretário de Estado de Transportes, Carlos Roberto Osorio, detalhou, nesta quarta-feira (10/6), como serão aplicados os R$ 15,7 bilhões de investimentos em logística no Rio de Janeiro, anunciados ontem pela presidente Dilma Rousseff, como parte da nova etapa do Programa de Investimentos e Logística (PIL). De acordo com o secretário, deste total, R$ 4,8 bilhões serão destinados a melhorias nas rodovias já concessionadas, com obras previstas para começar ainda este ano. As rodovias BR-116 (Via Dutra), BR-101 Norte (na ligação do Rio com Campos) e a BR-393 (Rodovia do Aço) receberão melhorias imediatas.

– Isso representará a solução para importantes gargalos de mobilidade no nosso estado. O governo federal autorizou que concessionários existentes invistam R$ 4,8 bilhões em troca da extensão do prazo do contrato. Ou seja, é dinheiro em caixa e obras que devem começar já em 2015 – afirmou o secretário.

Na Via Dutra, serão investidos pela concessionária CCR Nova Dutra R$ 2,3 bilhões para a nova descida da Serra das Araras; construção de pistas laterais, alças de acesso e passarelas no trecho na Baixada Fluminense. Já na Região do Médio Paraíba, será construída a terceira faixa em trechos de maior movimento, além de novos viadutos de acesso aos distritos industriais, novas passarelas e melhorias nos acessos aos centros urbanos.

– Nossa previsão é de que as obras comecem no fim do ano, já que a estimativa é de que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorize a concessionária a trabalhar de forma imediata. É uma ótima notícia para a Dutra, que é o grande eixo de desenvolvimento do nosso estado. O importante para o morador da Baixada Fluminense, do Vale do Paraíba, é que essas obras não precisam de licitação pública, nem de dinheiro público. As concessionárias vão ter o prazo do contrato estendido e elas mesmas vão fazer as melhorias. Esta foi uma bandeira do governador Pezão, que tratou do assunto pessoalmente com a presidente Dilma – explicou Osorio.

Na BR-101 Norte, serão investidos pela concessionária Autopista Fluminense R$ 1,2 bilhão nas construções da terceira faixa no trecho Niterói-Manilha, de uma variante para eliminar os gargalos no Trevo de Manilha e na entrada da Itaboraí, além da duplicação do contorno em Campos dos Goytacazes e do trecho entre Campos Goytacazes e a divisa com o Espírito Santos.

Já na BR-393 (Rodovia do Aço), que liga Barra Mansa e Volta Redonda a Três Rios e à divisa de Minas Gerais, será investido R$ 1,3 bilhão pela concessionaria Acciona. Serão construídos dos contornos de Volta Redonda, Anta, Jamapará e Sapucaia, terceiras faixas, viadutos e melhorias viárias.

Ferrovia Rio-Vitória: concessão prevista para o início de 2016

O secretário Carlos Roberto Osorio também anunciou que já está marcada para o dia 10 de julho a audiência pública para a implantação da ferrovia EF-118 (Rio-Vitória) e que a concessão está prevista para o início de 2016.

A ferrovia terá 572 quilômetros de extensão, com investimentos na ordem de R$ 7,8 bilhões. O projeto, desenvolvido pelos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, foi avaliado e aprovado pelo Ministério dos Transportes e pela ANTT.

A EF-118 é estratégica para o desenvolvimento do estado, pois conectará os portos da Região Metropolitana (Sepetiba, Itaguaí e Rio de Janeiro), Macaé, Barra do Furado e Açu, no estado do Rio de Janeiro, aos portos Central, Ubu e Tubarão, no Espírito Santo.

A nova ferrovia vai se conectar com as ferrovias já existentes Vitória-Minas, no lado do Espírito Santo, e com a rede da concessionária MRS, no lado do Rio de Janeiro, que faz a conexão com os estados de São Paulo e Belo Horizonte.

– Esta ferrovia vai dar muita competitividade ao Rio de Janeiro e é estratégica para transformar o nosso estado no principal polo logístico do Sudeste, com o Sul do Espírito Santo. Os governos do Rio e do Espírito Santo fizeram o dever de casa, contratando o projeto dessa ferrovia. É o principal investimento pesado em infraestrutura do nosso estado. Temos o que vai ser o principal porto do Brasil, que é o Porto do Açu, mais o Complexo Portuário do Espírito Santo, mas falta ferrovia para abastecer esses portos. Ela é fundamental para escoar a produção brasileira de minério e de grãos – detalhou Osorio.

Novas concessões

Osorio destacou também a importância da concessão de outros trechos de rodovias que cruzam o estado do Rio, incluídos na nova edição do PIL: a rodovia BR-101 Sul (Rio-Santos), o Arco Metropolitano (BR-493) e a antiga Rio-São Paulo (BR-465). Ao todo, a concessão abrangerá 357 quilômetros, com R$ 3,1 bilhões de investimentos previstos.

No plano de melhorias para a Rio-Santos, estão incluídas a duplicação da rodovia no trecho Itacuruçá-Mangaratiba, construção de novos túneis, implantação de terceiras faixas e melhorias viárias incluindo alças de acesso, passarelas e restauração de toda pavimentação.

– A Rio-Santos está completamente saturada, principalmente nos fins de semana. Isso está impedindo o crescimento da Costa Verde Fluminense. A concessão da rodovia é a única maneira que temos de garantir esses investimentos. O governo federal chamou a iniciativa privada para apresentar propostas, e isso será feito ao longo de 2015. Esperamos que o leilão de licitação seja lançado em 2016, e que as obras comecem logo neste mesmo ano – afirmou Osorio.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Grupamento de Policiamento em Estádios do Rio é referência

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 10 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Grupamento de Policiamento em Estádios é referência
Procedimentos adotados no Rio podem ser replicados em outros estados

Único núcleo especializado em segurança de competições de futebol, o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios do Estado do Rio de Janeiro (Gepe) pode se tornar modelo para todo o país. O trabalho realizado pela força policial, que é considerado exitoso por torcedores e membros de torcidas organizadas, poderá servir de referência para a criação de um plano unificado de segurança, elaborado pelos ministérios da Justiça e do Esporte.

Padronização

No fim do mês de maio a intenção de padronizar os procedimentos de segurança em estádios em todo o Brasil foi anunciada pela secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, e pelo secretário Nacional do Futebol e de Defesa dos Direitos do Torcedor, Rogério Hamam, em visita ao estádio do Maracanã, durante o jogo entre Fluminense e Corinthians, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

- Estamos criando procedimentos operacionais padrão com as Forças de Segurança, para que torcedores e jogadores tenham segurança ao irem a jogos de futebol. Esta vinda ao Rio de Janeiro foi importante porque o procedimento aqui é exitoso e merece ser replicado - disse a secretária.

Entre os fatores que chamaram a atenção das autoridades está a especialização dos PMs do grupamento, que se dedicam exclusivamente ao patrulhamento de estádios.

- Somos o único grupamento especializado que trabalha com futebol. As outras unidades do Brasil utilizam o Batalhão do Choque e outras os batalhões de área. Não existe uma padronização do serviço. Além disso, temos um trabalho de escolta importante, que faz com que as torcidas do Rio e de outros estados busquem o nosso apoio. Os policiais atuam sempre na mesma função, e isso aprimora a especialização. Temos realizado uma série de ações conjuntas que tornam a segurança em estádios um modelo a ser seguido - afirmou o comandante do Gepe, tenente-coronel João Fiorentini.

Investimento em qualificação

Em 2012, foi criado o curso de Policiamento em Praças Desportivas. O policial do Gepe é treinado no módulo, que tem duração de 45 dias e 36 disciplinas. Entre os temas abordados nas aulas estão Psicologia de Multidões, Direitos Humanos, Ética, Táticas Não-Letais, Primeiros Socorros e Policiamento em Estádios.

- Os nossos policiais conhecem os torcedores pelo nome e esta proximidade dos PMs com o cidadão é muito importante - explicou Fiorentini.

O Grupamento Especial de Policiamento em Estádios do Estado do Rio de Janeiro também convida as torcidas organizadas para uma reunião em sua sede, no bairro de Deodoro, na Zona Norte.

Os encontros permitem que os membros do Gepe possam se planejar alocando o número de policiais para o evento esportivo de futebol que irá se realizar.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Parceria entre Faetec e FGV prepara alunos para o Enem

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro, 10 de junho de 2015
Núcleo de Imprensa

Parceria entre Faetec e FGV prepara alunos para o Enem
Projeto De Olho no Futuro prevê a realização de um simulado em setembro

Com o objetivo de preparar estudantes para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e outras seleções, a Faetec promove o projeto De Olho no Futuro. A iniciativa, uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), prevê a realização de um simulado, que será realizado nos dias 2 e 3 de setembro.

A prova é destinada aos estudantes do 2º e do 3º anos. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na escola em que o aluno estuda até o dia 3 de julho.

Serão 180 questões, divididas em 90 por dia, nas áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Literatura, Português, além de Espanhol ou Inglês), Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Biologia, Física e Química) e Ciências Humanas e suas Tecnologias (Filosofia, Geografia, História e Sociologia). O exame também contará com uma redação.

Os alunos da Faetec apresentam um bom desempenho no exame. Em 2013, por exemplo, sete escolas da Fundação ficaram entre as dez unidades públicas estaduais do Rio de Janeiro mais bem colocadas na avaliação.

Segundo o presidente da Faetec, Wagner Victer, o estudante que fizer o simulado estará um passo à frente para conseguir uma vaga no Ensino Superior em universidades.

- Como o simulado segue os padrões do Enem, acreditamos que será uma boa oportunidade para os jovens avaliarem seus conhecimentos para as provas - disse Victer.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o número de inscritos no Enem deste ano chegou a 4,6 milhões na terça-feira (2/6).

Prorrogadas as inscrições para cursos

Para concorrer a uma das 4 mil vagas em cursos de formação Técnica e de Nível Superior da Faetec, os interessados têm até amanhã, às 17h, para fazer a inscrição no site www.faetec.rj.gov.br.

Após preencher o formulário de acordo com o edital, o candidato deverá responder o questionário socioeconômico e imprimir a ficha e o boleto bancário no valor de R$ 39. O interessado deverá verificar a validação da candidatura no próprio site.

Do total de vagas, serão reservadas 5% de cada curso às pessoas com deficiência, 20% aos estudantes oriundos da rede pública e mais 20% para os beneficiados pelo sistema de cotas.

Do quantitativo de vagas, para o Ensino Técnico foram destinadas 3.462 mil vagas, sendo 3.164 mil para a modalidade Subsequente, para quem já tenha concluído o Ensino Médio e deseja fazer somente o Técnico na instituição; 203 para Concomitância Externa, para quem deseja fazer o Técnico na Faetec e o Ensino Médio em outra instituição; 80 para Especialização em Enfermagem e para a Escola de Teatro Martins Pena, 15. Já para o vestibular serão 515 oportunidades, em 10 unidades.

Em caso de dúvidas sobre o processo seletivo, o candidato poderá entrar em contato pelo telefone da organizadora do concurso, Fundação Bio-Rio, no telefone (21) 3525-2480, das 9h às 18h, ou pelo e-mail faetec2015@biorio.org.br.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro